Mudança de Vida

Seis dicas para uma mudança de vida com fé e coragem

Fé e coragem são necessárias para uma grande mudança de vida

A vida oferece sempre oportunidades de mudanças, porque vida é movimento, é novidade; e mesmo quando parece que estamos vivendo uma rotina, a verdade é que muitas coisas estão mudando, acontecendo e, na maioria das vezes, envolvendo-nos o tempo todo. E é bom que seja assim, pois uma vida monótona não tem graça.

Viver sem movimento, sem mudanças e desafios é como caminhar em uma estrada reta sem curvas nem montanhas, sem expectativas para contemplar uma nova paisagem. Todo viajante sabe que estradas retas até que são boas no início, mas logo cansam. É claro que na vida existem mudanças positivas e outras nem tanto, mas a disposição para adaptar-se a elas sem perder o foco é o que realmente dá sentido a todas as coisas.

seis-dicas-para-uma-mudanca-de-vida-com-fe-e-coragemFoto: Daniel Mafra

Sei que muitas pessoas, talvez até você, passam, neste momento, por provações que implicam mudanças, seja por motivos de desemprego, doenças, trabalho, estudo ou até mesmo pela perda de alguém querido; mas não conheço outra saída melhor para superar os desafios do que viver cada etapa sem se esquivar, sem antecipar o tempo e, acima de tudo, assumindo a verdade que a mudança implica. Já está provado que a vida nova que almejamos passa, inevitavelmente, pelas provas cotidianas. É como o ouro que, para adquirir o brilho digno de admiração, passa antes pelo fogo que o purifica. E o fogo que nos faz “brilhar” certamente está nos sacrifícios e nas renúncias que precisamos fazer para realmente ter a qualidade de vida que almejamos.

Leia mais:
:: Cinco motivos para rezar todos os dias
:: Como você reage diante do pecado do outro?
:: Como temos utilizado os tesouros que existem dentro de nós?
:: Espiritualidade? O que é isso?

Deixo aqui algumas dicas para você que deseja passar pelas mudanças de vida com fé e coragem:

Ore

Já está provado que uma oração simples e sincera pode abrir as portas para muitas graças acontecerem. Portanto, seja qual for sua realidade hoje, coloque-se na presença de Deus em oração, confie a Ele sua causa e acredite que Ele pode e quer fazer o melhor para você.

Não se culpe

Não pode voar alto quem carrega muita bagagem, menos ainda quem está preso a sentimentos feridos. Precisamos conservar uma memória grata do que vivemos e foi bom, e também conservar a lição que os erros nos deixaram, mas sem dar espaço para saudosismos nem culpas. Somente um coração livre pode acolher as novidades que a vida oferece a cada amanhecer.

Peça ajuda

Pedir ajuda nem sempre é fácil, mas, às vezes, estamos tão perdidos, que não conseguimos dar passos com nossas próprias forças. Então, é preciso ter a humildade de pedir ajuda às pessoas que nos amam e têm maturidade para nos fazer ver os fatos além dos nossos sentimentos feridos. Para isso, é fundamental vencer o medo, a vergonha e o orgulho.

Viva a verdade

Quem deseja ser verdadeiramente livre já sabe que não há outra saída senão viver a verdade. A Palavra de Deus diz: “Conhecereis a verdade e ela vos libertará” (Jo 8,32). Portanto, não ignore sua dor nem fuja das lutas que a vida lhe proporciona. Encarar os fatos como eles verdadeiramente são, sem parar nos “porquês” nem nas comparações, só colabora com sua cura interior.

Tenha paciência

Fazemos parte de uma geração imediatista, desejamos que tudo seja resolvido na hora. Ok! Só que, graças a Deus, a natureza não entrou na era digital e a vida pede calma para achar seu lugar na alma. Então, respire fundo e seja paciente com si mesmo. Não cobre de você a perfeição que pertence a Deus.

Fuja do comodismo

Se você deseja uma vida nova, é preciso ter paciência com si mesmo, mas não se acomodar. Por mais que esteja ferido, a vida continua cheia de cores e beleza, convidando-o a viver. Viver é também sair de si e partilhar o que tem. São João Paulo II ensina, com sabedoria: “Ninguém é tão pobre que não tenha nada para dar, e ninguém é tão rico que não tenha nada a receber”.

São apenas dicas, o fundamental, porém, é sua disposição em querer realmente mudar. Então, mãos à obra! A simplicidade pode colaborar muito com suas novas atitudes. Vá, aos poucos, tirando os pesos que colocou nos próprios ombros e dando um passo de cada vez na direção que Deus o impulsiona. Aos poucos, você verá que já está vivendo a vida nova, simples e feliz que Deus já lhe proporciona.

Vida de oração


Dijanira Silva

Missionária da Comunidade Canção Nova, desde 1997, Djanira reside na missão de São Paulo, onde atua nos meios de comunicação. Diariamente, apresenta programas na Rádio América CN. Às terças-feiras, está à frente do programa “De mãos unidas”, que apresenta às 21h30 na TV Canção Nova. É colunista desde 2000. Recentemente, a missionária lançou o livro “Por onde andam seus sonhos? Descubra e volte a sonhar” pela Editora Canção Nova.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.