ASSISTA

Alguns traumas podem bloquear memórias positivas no cérebro

Os traumas podem afetar parte da memória

Vários estudos da neurociência têm mostrado o quanto nossas dores emocionais, nossos traumas, causam também modificações no funcionamento do nosso cérebro. São como feridas, o quê nos faz compreender melhor o próprio significado da palavra trauma, que, em grego, quer dizer exatamente isso: ferida.

-Alguns-traumas-podem-bloquear-memórias-positivas-no-cérebro-Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Em meu livro “A cura dos sentimentos em mim e no mundo” explico que um trauma é uma experiência fisicamente armazenada no cérebro inadequadamente, “uma forma errada da memória”. Se pedirmos a um paciente para se lembrar de uma situação que o fez sofrer e, ao mesmo tempo, monitorarmos o funcionamento cerebral por meio de ressonância magnética funcional, observaremos que há maior atividade no hemisfério direito do cérebro; em contrapartida, parte do córtex pré-frontal fica sem ativação.

Cérebro traumatizado

Considerando que o lado direito do cérebro é nosso cérebro emocional, e o córtex pré-frontal é o cérebro racional, poderíamos pensar que, diante de um trauma ou da lembrança de um trauma, ficamos “burros”; não pensamos, apenas sentimos.

Outros estudos sobre depressão, por exemplo, pontuam alterações no “córtex orbitofrontal lateral”, que atua no sistema de recompensa, gerando uma sensação de perda e decepção constante. Essa região também é responsável pelo senso de si mesmo, que interfere diretamente na autoestima. Uma pessoa, mesmo sendo muito bonita, não se vê assim.

Esse foi um pequeno exemplo, do qual podemos constatar que uma pessoa deprimida não vê a verdade sobre si mesma.

Imagine, então, o quanto o trauma pode cegar a visão que temos da pessoa que nos machucou! E se não temos mais a verdade nem sobre nós mesmos, nem sobre o outro, vivemos em uma grande mentira, pois ó cérebro traumatizado bloqueia as memórias positivas. Sim! O cérebro é capaz de esconder as memórias positivas e ficar “agarrado” à memória traumática apenas.

Diante da dor, você pode pensar que seu pai é um monstro, mas, será que é essa a verdade? Como saber?

Assista a este vídeo:

 

Para entender melhor sobre a técnica utilizada para curar o trauma do garoto citado no vídeo, você poderá ler o livro “Cura dos Sentimentos em mim e no Mundo”, que pode ser encontrado no site www.psicologaadriana.com ou nas livrarias Paulinas.

Leia mais:
::Traumas da infância podem afetar a vida matrimonial
::Como devo lidar com o perfil de uma pessoa mentirosa?
::O bullying pode estar mais perto de você do que imagina
::Existe crise de identidade? O que é isso?

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.