Inteligência emocional

Profissionais em contínuo aperfeiçoamento

Grandes empresas atuais falam que o profissional precisa ter uma boa inteligência emocional

O fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib, ensina-nos que, em sua comunidade, as pessoas precisam ser profissionais de Deus. O sacerdote nos explica que ser profissional de Deus é, antes de tudo, uma atitude interior: assumir-se como profissional, empenhar-se como tal. Ou seja, somos todos profissionais em contínuo aperfeiçoamento, porque a missão nos impulsiona a sermos cada vez mais profissionais e cada vez mais competentes. Seja qual for o lugar que ocupamos, seja qual for o trabalho que exercemos, ele faz parte da missão, e a missão requer competência.

Monsenhor Jonas nos fala isso desde o início da comunidade, e é muito interessante perceber que as grandes empresas da atualidade falam dessa atitude de aprendizagem, busca de melhoria contínua e competência. Portanto, posso partilhar um pouco com você sobre isso, porque você, como cristão, como filho de Deus, na sua profissão, no seu trabalho, precisa também assumir essa postura profissional. Posso lhe garantir que essa atitude pode servir também como um grande testemunho, a partir do momento em que você oferece a Deus o seu trabalho e busca fazer tudo com Ele, mesmo prestando serviço a empresas seculares.

Profissionais em contínuo aperfeiçoamento - 1600x1200

Foto: Rawpixel

No mundo atual, o profissional tem de lidar com constantes transformações, e como já falei acima, precisa ter uma atitude de aprendizagem contínua, para, pelo menos, manter-se atualizado, profissionalmente falando. Mas não é só isso! As grandes empresas atuais falam que o profissional precisa ter uma boa inteligência emocional. Você sabe o que é isso?

A inteligência emocional está relacionada às habilidades, tais como motivar a si mesmo e persistir mediante frustrações; controlar impulsos, canalizando emoções para situações apropriadas; motivar pessoas ajudando-as a liberarem seus melhores talentos, e conseguir seu engajamento a objetivos de interesses comuns.

O profissional do século XXI precisa também ter a capacidade de criar uma visão de futuro e traçar planos de ação a fim de atingir suas metas e objetivos. Criar uma visão de futuro é sonhar, é criar um desafio que transcenda a sua situação atual. A visão de futuro precisa ser inspiradora, motivadora e precisa de projetos de curto prazo, realistas, que possam ser atingidos.

Quero, hoje, convidar você a repensar sua vida profissional. Você tem sido um bom (uma boa) profissional? O seu agir como profissional serve de testemunho para as pessoas?

Alguns treinamentos executivos levam o participante a escrever seus pontos fortes, seus pontos a melhorar e a sua visão de futuro para seis meses, dois e cinco anos.

Repense e escreva

Quero convidar você a fazer essa experiência. Escreva num papel seus pontos fortes, é uma boa oportunidade para você assumir as qualidades que Deus lhe deu. Procure descobrir e valorizar suas habilidades e aptidões positivas. Ao fazer isso, você poderá determinar o que necessita fazer para continuar a crescer.

Escreva também seus pontos a melhorar e procure pensar como você pode trabalhá-los. Procure pensar em alguns passos concretos que sejam possíveis para você. Algumas características atrapalham a nossa vida profissional, e até mesmo pessoal, um exemplo disso é a timidez e o ser explosivo. Alguns passos concretos que você pode dar para vencer a timidez, por exemplo, é procurar conhecer-se bem e encontrar uma adequação, uma “muleta”. Ela [timidez] atrapalha muito, mas dá para administrar. Procurar criar zonas de conforto como falar sobre o que gosta. Se você é explosivo, procure não segurar as coisas dentro de você, pois se isso acontecer, mais cedo ou mais tarde, e às vezes por uma bobagem, você vai explodir. Uma forma de administrar isso é, toda vez que acontecer alguma coisa que incomode você, falar com calma sobre aquele momento. Tenha sempre alguém com quem você possa falar, desabafar, mas não deixe acumular.

Leia mais:
.: A espiritualidade pode ajudar na produtividade das empresas?
.: Viramos escravos da própria carreira?
.: Dicas de como lidar com pessoas difíceis no trabalho

Escreva também a sua visão de futuro. Escreva o que você gostaria de fazer daqui a seis meses, dois anos e cinco anos. Pode ser um curso, a aquisição de um bem material… Deixe sua imaginação fluir, sonhe. Depois, procure ver o que você precisa fazer para que o seu sonho seja possível. E claro: não deixe de apresentar tudo isso para Deus, pois o nosso maior sonho precisa ser fazer a vontade d’Ele, pois somente n’Ele teremos a verdadeira garantia de encontrarmos a felicidade e a realização que tanto buscamos.

Esteja atento, porque o Senhor nos fala por meio dos fatos e dos acontecimentos em nossa vida. Precisamos, portanto, sonhar e, ao mesmo tempo, ter o coração aberto para sonharmos os sonhos d’Ele para nós. Não deixe de sonhar, pois somente quando nos colocamos a caminho é que damos permissão para Deus agir em nossa vida. Santa Teresinha do Menino Jesus falava que “Deus não poderia me inspirar desejos irrealizáveis, portanto, posso, apesar da minha pequenez, aspirar à santidade”.


Manuela Melo

Neuropsicóloga e Psicóloga Clínica, Manuela Melo cursou MBA em Gestão de Pessoas. Membro da Comunidade Canção Nova por 20 anos, hoje a psicóloga atua em Recife e Surubim, ambas cidades do Estado de Pernambuco, onde ela reside atualmente. Contato: manuelamelocn@gmail.com

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.