Nascemos para corresponder ao chamado de Deus

Nascemos para corresponder ao chamado que Deus nos fez à vida, e vivê-la em abundância

De maneira especial, a Igreja – durante o mês de agosto – põe em evidência e atenção a temática sobre vocação. E mesmo estando no século XXI, muitos de nós possuímos um pensamento restrito e até mesmo irreal quanto ao termo “vocação” e à sua complexidade, como se fosse apenas a resposta de alguém para ser padre ou freira.

1600x1200-nascemos-para-corresponder-ao-chamado-de-DeusFoto: Wesley Almeida / cancaonova.com

Que não nos enganemos a este respeito, e muito menos desvalorizemos esta realidade em nossas vidas. Deus nos chama a todo momento.

Vocação é um chamado, apelo de Deus. Sendo o primeiro chamado à vida. Mas depois o Senhor nos continua chamando a sermos santos (escolhidos, separados do pecado), filhos amados, felizes… Dia a dia Ele nos envolve. Basta olhar para sua história, todas as suas situações.

O casal da Comunidade Canção Nova, Diácono Nelsinho e Márcia Corrêa, testemunha que em sua vocação matrimonial é responsabilidade encaminhar seus três filhos para Deus, educando-os e amando-os nos mínimos gestos, até mesmo pedindo perdão quando falharem nalguma correção. Santa Teresinha dizia ser sua vocação o amor. São João Maria Vianney fazia de sua vocação presbiteral uma promoção admirável à vida cristã, através de uma pregação eficaz com a mortificação, oração, caridade e o Sacramento da Penitência, pelo qual acorriam fiéis de todas as partes para receber seus santos conselhos.

Somente depois de imprimir de Sua essência consoladora e salvífica é que o Senhor chega até nós num apelo específico. Vocação a um ministério específico: seja ele o Sacramento do Matrimônio, Ordem, vida religiosa, celibatária.

Passamos a viver então momentos de angústia, indecisão, medos, incertezas… Mas a certeza que precisamos ter é que “o Senhor não revoga seu chamado”. Ele não volta atrás pois seus desígnios são sumamente perfeitos.

Deus lhe chama para uma missão, para amar, para você se expressar como filho de Deus para com seus pais. E em todas essas vocações Ele nos alimenta com Sua presença santificante. Tal como Se fez presente a Abraão: “Eu sou o Deus Poderoso. Anda na minha presença e sê íntegro…” (cf. Gn 17, 1). A Jeremias em sua juventude. (cf. Jr 1,4ss). Assim também, na sua vida, Ele lhe sustenta, faz-se suporte para sua vida e vocação. Queira apenas se deixar conduzir.

Enfim, nascemos para corresponder ao chamado que Deus nos fez à vida, e vivê-la em abundância, como nos promete o próprio Verbo encarnado no meio de nós. E para correspondermos a essa vontade de Deus – numa vida plena – precisamos amar e ser amados, remetendo-nos a uma vida feliz de vocacionados realizados no projeto de Deus.

Acerte na sua vocação! Aposte seu empenho na Santíssima Trindade, na terceira Pessoa: o Espírito Santo!

Leia mais:
.: O chamado para a vocação eucarística e sacerdotal
.: Todo homem é chamado por Deus a ser um guerreiro
.: Deus oferece sinais de seu chamado

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.