Gente grande

Como é bom nós começarmos a fazer uma faxina nas coisas que vamos acumulando. Hoje estava fazendo isso e, de repente, encontrei um cartão que recebi na faculdade de uma grande amiga. Havia somente um lado do cartão, no qual ela me dizia: “Querido Jura, que Deus o Abençoe sempre”. Incrível, pois no verso estava escrito isso, e na frente, um dizer muito bonito do livro “O Pequeno Príncipe”: “TODAS AS PESSOAS GRANDES FORAM UM DIA CRIANÇAS. MAS POUCAS SE LEMBRAM DISSO”.

Comecei logo após a rezar meu terço e durante a oração vinha-me à mente minha infância, minha adolescência e juventude. E percebi que antes – até mesmo na infância – eu rezava mais e era mais próximo de Deus, não que hoje eu não o seja, mas era muito mais. Rezava mais, principalmente na adolescência, pois nessa fase eu sofria muito com meu pai, pois ele bebia muito e nós vivíamos martirizados pela bebida. A oração era buscada não só como alívio para o sofrimento, mas também pela certeza e confiança de que Deus estava cuidando de nós.

Infelizmente, muitos de nós nos não lembramos mais da nossa infância e muitos até fazem um grande esforço para esquecê-la. Que pena, pois ela tem muito a nos ensinar, mesmo que tenha sido uma infância ou adolescência cheia de dor e sofrimento, como a minha foi.

Hoje, enquanto rezava o terço e lembrava-me da adolescência e dessa frase, pude perceber que se hoje eu olhar mais para o que vivi no passado – mesmo que este tenha sido doloroso – ele será um grande meio para eu me aproximar mais de Deus e fazer a experiência do grande amor d’Ele por mim!

Por isso, meu desejo e convite a você hoje é que nunca se esqueça da sua infância, adolescência, etc… Este pode ser um grande meio de lembrar-se de que, um dia, você passou por essas fases e agora é “Gente Grande”, Grande no tamanho, mas com o mesmo INCENTIVO, CONFIANÇA E ESPERANÇA DE SEMPRE!

Envie seu comentário

Um grande abraço.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.