Reflita

O que é necessário para celebrar a Santa Missa?

Compreenda um pouco mais da liturgia da Santa Missa

Nesta série, estamos compreendendo um pouco mais sobre a Santa Missa, seu valor, seus vários detalhes e significados. Neste artigo, iremos descobrir o que é preciso para celebrar a Santa Missa. Para que aconteça a celebração Eucarística, existem alguns objetos e materiais que são indispensáveis.

Como vimos no primeiro artigo, a Santa Missa é o memorial perpétuo da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, ação realizada na última Ceia pelo próprio Jesus. Para a celebração da Eucaristia, a Igreja utiliza o pão e vinho. O vinho é misturado com um pouco de água como matéria utilizada para que se transforme no Santo Corpo e no Santo Sangue de Cristo.

-O-que-é-necessário-para-celebrar-a-Santa-Missa

Foto Ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

A Introdução Geral do Missal Romano (IGMR) recomenda que: o pão deve ser sem fermento, de trigo e fabricado recentemente e, o vinho deve ser puro, natural fruto da videira e sem mistura. Todas essas observações tanto com o pão quanto com o vinho é para que o Santo Sacrifício da Missa não se torne inválido devido a matéria defeituosa.

Para entendermos a grandeza de tal mistério, utilizaremos as palavras retiradas do livro de São Tomás de Aquino. Nelas encontramos o motivo pelo qual essas matérias foram escolhidas para que se transformassem em Corpo e Sangue de Cristo: “Entre todas as coisas necessárias para o sustento da vida humana, o pão, o vinho e a água são as mais limpas, mais úteis e mais necessárias. Por isso, elas foram preferidas a todas as outras e transformadas no que há de mais puro, mais útil e necessário para adquirir a vida eterna, isto é, no Corpo e Sangue de Cristo”.

As alfaias sagradas e os vasos sagrados

As alfaias são os objetos litúrgicos de pano utilizados na Santa Missa. Contudo, esses não são os paramentos, por exemplo: a toalha do Altar; o corporal que é um pano quadrado aberto sobre o altar para que, em cima, venha o cálice e as âmbulas; a pala é um objeto de papelão ou material rígido, é utilizado para cobrir o cálice durante a Santa Missa. Ela é retirada no momento da epiclese e recolocado após a Consagração. As alfaias servem para o auxílio e zelo na celebração. São, também, utilizadas para purificar os vasos sagrados e para melhor manusear o pão, que será transformado em Corpo de Cristo.

Os vasos sagrados são os objetos utilizados, também, na Santa Missa, principalmente, o cálice e a patena, que servem para oferecer, consagrar e comungar o pão e o vinho. A Introdução Geral do Missal Romano (IGMR), orienta que: esses objetos sejam de metal nobre e sua confecção seja de tal forma que se distinga de vasos utilizados no cotidiano, tudo isso para que, nós, percebamos a sacralidade para a qual eles serão utilizados.

Leia mais:
.: Você sabe o que é a Santa Missa e qual sua importância?
.: Você sabe quais as partes da Missa e seus elementos?
.: Por que só o sacerdote pode presidir a Santa Missa?
.: Confira 6 dicas para participar bem da Santa Missa

As vestes sagradas

É comum ouvir falar, por parte de algumas pessoas, sobre a vestimenta que o padre está utilizando. Algumas pessoas alegam que o sacerdote utiliza paramentos simples e, outras falam que o sacerdote tem paramentos esplendorosos ou que chamam muito a atenção. Mais ainda, ouve-se que o importante é uma “mente santa, um ânimo puro e uma intenção fiel” (Abade de Surge). Essas observações são extremamente importantes, mas não se pode deixar de lado os ornamentos exteriores dos paramentos e dos vasos sagrados como foi dito acima. É importante entendermos que, tais objetos e vestes são mais do que apenas “utensílios”, devido a sua funcionalidade e uma benção própria que quase todos os objetos recebem.

A Introdução Geral do Missal Romano (IGMR), no n° 337, deixa muito claro sobre a veste própria do padre: “A não ser que se disponha de outro modo, a veste própria do sacerdote celebrante, tanto na Missa como em outras ações sagradas em conexão direta com ela, é a casula ou planeta sobre a alva e a estola”.

O significado das vestes litúrgicas representam sempre a majestade Cristo, dessa forma, a casula demonstra o papel central do padre: oferecer o Sacrifício. A estola, de acordo com o seu caimento, serve para indicar a ordem hierárquica. As vestes sempre que as possibilidades litúrgicas e pastorais permitirem podem serem utilizadas.


Fábio Nunes

Francisco Fábio Nunes
Natural de Fortaleza (CE), é missionário da Comunidade Canção Nova e candidato às Ordens Sacras. Licenciado em Filosofia pela Faculdade Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP), Fábio Nunes é também Bacharelando em Teologia pela Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP) . Atua no Departamento de Internet da Canção Nova, no Santuário do Pai das Misericórdias e nos Confessionários.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.