Qual santo se comemora no dia 27 de setembro?

Santo Cosme e Santo Damião são considerados padroeiros dos farmacêuticos, dos médicos e das faculdades de medicina

No dia 26 de setembro, a Igreja celebra no seu calendário, a festa de São Cosme e Damião, que são dois santos da Igreja, dois homens, que não são gêmeos, nem irmãos de sangue, mas duas pessoas muito amigas.

Santo Cosme e Santo Damião

Não há uma história muito concreta da vida deles, mas se sabe que são duas pessoas que se preocupavam muito em fazer a medicina gratuita para os pobres, em atender as pessoas pobres. Esses dois homens, no tempo da perseguição de Diocleciano, que é o que conta a história, foram julgados, condenados e martirizados por serem homens cristãos. São dois homens santos. Em nenhuma história da Igreja se fala de festa de Cosme e Damião para criança. Não existe isso. Eles são dois mártires da Igreja, que deram o sangue por causa de Jesus, duas pessoas que prefiram morrer testemunhando a fé, a renunciar a vida de cristãos. Eles são maravilhosos e têm uma história maravilhosa de vida.

Mas também, atualmente, acontece no Brasil uma festa de “Cosme e Damião”, só que não neste sentido que há nosso calendário romano, onde a festa de São Cosme e Damião é celebrada no dia 26 de setembro.

Com o passar dos anos, com o sincretismo religioso, criou-se uma festa pagã, pelos espíritas, pelos integrantes da umbanda, pelos kardecistas, pelo candomblé, pelo batuque, de todo este sincretismo afro, com o nome de “Cosme e Damião”. Só que esta festa não se trata verdadeiramente dos santos Cosme e Damião, mártires da Igreja. Mas é uma festa pagã, que se fala de uma entidade que tem o nome de ibijis, muitas vezes conhecidos também como exú-mirins, que, dentro do sincretismo, para seduzir as pessoas, recebem o nome de “Cosme e Damião”, se falando, inclusive que eles são duas crianças, gêmeos. E não há nada disso na história. É uma mentira.

Criaram uma fábula em cima desses dois santos da Igreja. E esta fábula tem seduzido muita gente. Posso testemunhar que meu pai era espírita, trabalhava com a umbanda. E meu pai fazia esta festa. Para quê? Para que os doces, as balas, os salgados, tudo o que fosse oferecido, fossem consagrados a entidades espíritas de nome “Cosme e Damião”, que não são os santos da Igreja.

É importante que as pessoas tenham conhecimento disso. O que eles vão oferecer? Guloseimas, pois doce é uma coisa sedutiva. E a criança acaba participando dessa festa, com essas guloseimas – no Nordeste se utiliza até o caruru. Só que, com isso, a criança come coisas consagradas dentro do espiritismo, da umbanda, do candomblé e esses objetos, essas guloseimas, essas comidas são todas oferecidas a entidades. Em muitos casos também as pessoas ficam lá “incorporadas” e dão passes nas crianças. E muitas dessas crianças, depois, tornam-se rebeldes, perdem a afetividade com o pai e a mãe, começam a não obedecer mais o pai e a mãe. Já começam a não gostar também das coisas sagradas, a não gostar de participar de Missa, de nada que seja sagrado. Começam a rejeitar as coisas sagradas de Deus.

Tenho atendido muitos casos nessa situação, de pessoas que participaram dessas festas na infância e não tiveram nenhuma vontade de viver uma vida de consagrado a Deus. Porque, a partir do momento que ela foi naquela festa, participou dessa situação, começou a experimentar uma consagração diferente, que o pai e mãe permitiram.

Os espíritas vão fazer esta festa no dia 27 de setembro, porém, na realidade, não existe festa de São Cosme e Damião no dia 27. No dia 27 de setembro a Igreja celebra São Vicente de Paula, esse grande homem que dedicou sua vida aos pobres, para evangelizar os pobres, que quis experimentar a pobreza do evangelho, buscando converter seu coração. Dia 27 de setembro a Igreja celebra São Vicente de Paula e não São Cosme e Damião.

Para você, este é um momento esclarecedor. Não deixe seu filho participar desta festa. É uma festa sedutora para já colocar no coração do teu filho, da tua filha esta consagração a estas entidades que têm nome de ibijis, exú-mirins, entidades espíritas. Esta não é nenhuma festa cristã católica. Nenhum católico pode participar desta festa. Ela não tem nenhum fundamento na nossa vida e não nos é útil de forma alguma. É melhor que você não participe desta festa e nem deixe seus filhos participar, pois, senão, eles serão seduzidos e depois você poderá ver as conseqüências, e não vai entender porque seu filho era tão dócil, tão carinhoso e tornou-se rebelde.

Muitas vezes, até não compreendemos, mas já atendi garotos de cinco, seis anos de idade que, depois de participarem destas festas, começaram a ter vida afetiva sexual, a se masturbarem com seis anos. Algo assim aberrante, que a gente não sabe porque. O que aconteceu nessa história? Mas a gente vai rezando para acontecer a libertação e muitas vezes chegamos ao ponto em que a criança lembra que participou destas festas e renuncia. A partir disso, a criança volta a ter um convívio normal com os pais, começa a gostar e a buscar as coisas de Deus. É impressionante o que esta festa faz de mal para os nossos filhos, como ela seduz as nossas crianças e até os pais e as mães.

É uma festa pagã, do sincretismo religioso, que não tem nada a ver com nossa festa cristã de São Cosme e Damião, celebrada no dia 26 de setembro, de dois homens mártires, santos, que não têm nada a ver com o que diz esta fábula pagã que vem do ocultismo, do espiritismo, da umbanda. É importante que você tenha no coração este ensinamento para que você não seja seduzido.

Você que já participou desta festa, ou deixou seus filhos irem, é bom que você renuncie, pois Deus nos dá a graça e a liberdade de poder renunciar, para que essa situação não tenha mais efeito em sua vida. Eu participei disso, minha família era uma família espírita, nasci dentro disso e falo de uma coisa que eu conheço. Gostaria que você renunciasse, pois, senão, você só vai perceber os danos muito mais tarde. Gostaria que você renunciasse com sua voz também, pois se você renuncia nenhuma força maligna tem mais poder sobre você, porque você é um filho de Deus. Você que é pai ou mãe pode renunciar pelos seus filhos também.

Leia mais:
::Cosme e Damião: Médicos e Santos
::A verdadeira história de São Cosme e São Damião, mártires

Diga comigo:

“Senhor Jesus, a partir de agora eu quero renunciar da minha vida toda e qualquer maldição de festas pagãs que eu participei, principalmente de “Cosme e Damião”, das bruxas. Todas as comidas e bebidas vindas daqueles locais, eu renuncio pelo teu Sangue Redentor.

Eu renuncio a toda consagração que entrou na minha vida, deste “Cosme e Damião” espírita, desta festa pagã. Eu renuncio pelo Sangue Redentor de Jesus! Não aceito mais na minha vida, nenhuma contaminação, pois o Mal não pode usar minha inteligência, minha vontade, nem tocar na minha sexualidade, nem abalar a minha fé, nem tirar essa alegria de ser filho de Deus. Que na minha oração, na minha fidelidade, na escuta da Palavra, na participação da Santa Missa, eu possa a cada dia mais me tornar à imagem de Jesus Cristo.

Peço agora, Senhor, que me lave, me purifique, me liberte de todas essas contaminações e de envolvimento com essas coisas ocultas, que muitas vezes chega até nós de forma enganadora, errônea e que seduzem os nossos filhos. Eu expulso da minha casa, da minha vida todas estas maldições.

Peço agora que o Senhor derrame sobre mim o teu Sangue Redentor! Lava-me de todas estas contaminações. Também te peço que derrame sobre mim o vosso Espírito Santo, para que assim, inundado da vossa graça, eu possa viver dignamente a minha vida e plenificá-la no seu amor!

A bênção de Deus para você e sua família,

Abençoe-vos o Deus Todo Poderoso, o Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!”

Padre Vagner Baía – Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.