ESTAMOS EM GUERRA - PARTE VI

Todo cristão deveria ter a Palavra de Deus gravada no coração

A Palavra de Deus é uma “arma” por excelência

Caro internauta, no artigo anterior, nós tivemos a oportunidade de perceber a grande importância da oração pessoal na nossa vida de cristão. Vimos que muitos combates e tentações só podem ser vencidos pela força da oração. Descobrimos a importância de uma oração perseverante e, além disso, respondemos à duas perguntas fundamentais: “o que é oração?” e “como deve ser a minha oração?”. Neste artigo, falaremos a respeito de mais uma importante arma de combate: a Palavra de Deus. Todo cristão deveria trazê-la não apenas nas mãos, mas gravada no coração. Deus cura, fortalece, direciona (…) por meio da Sua Palavra.

Desde o primeiro artigo, estamos falando, repetidamente, sobre as batalhas que diariamente travamos. Que batalhas, afinal, seriam essas? Em uma resposta bem simples e direta, elas se referem a tudo aquilo que pode nos afastar de Deus, seja um afastamento físico, mas, principalmente, o afastamento interior.

Todo cristão deveria ter a Palavra de Deus gravada no coração

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

Em todos esses momentos mais críticos, a Palavra de Deus pode nos ajudar, e muito! Se, por exemplo, você se sente desaminado, a Palavra de Deus pode ajudar (cf. 2 Cor. 1,3-4). A aflição tomou conta do seu coração? (cf. Jo. 16,33). Precisa perdoar alguém? (Lc. 17,3-4). A tentação está forte? (1 Cor. 10,13). A tristeza resolveu bater na sua porta? (cf. Sl. 126,5-6).

A Palavra de Deus pode curar, acalentar, fortalecer, alegrar, direcionar, formar, acalmar, dar a você um coração agradecido. Para isso, volte-se para a Palavra de Deus em todos os momentos e situações da sua vida. Ela não vai decepcionar você.

A Palavra de Deus é uma espada cortante

A carta aos Hebreus atesta que “a Palavra de Deus é viva e eficaz, mais cortante do que uma espada de dois gumes e penetra até a divisão da alma” (4,12). Em outras palavras, ela é uma arma por excelência.

No trecho acima, vimos que a Palavra de Deus foi comparada a uma espada, e sabemos que a espada é um antigo instrumento de combate. Contudo, de nada vale ter armas de combate se não as usarmos. Por mais eficaz que seja a arma, se não for usada, de nada adianta. No campo espiritual, existem “armas” que só podem ser usadas por você, elas não estão ao alcance de mais ninguém. Um cristão que não busca, com afinco, a Palavra de Deus está cometendo negligência.

Sejamos obedientes à Igreja, busquemos a Palavra de Deus

Se você não sabe como se tornar mais íntimo da Palavra de Deus, por meio das Escrituras, quero indicar um pequeno livro escrito pelo Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova, do qual falarei mais abaixo. Monsenhor Jonas nos ensina uma maneira muito simples de nos aprofundarmos no conhecimento da Palavra de Deus.

Cabe lembrar que a Igreja, por meio da constituição dogmática “Dei Verbum”, no número 22, exorta e orienta com ardor e insistência todos os fiéis que aprendam a sublime ciência de Jesus Cristo, lendo de forma frequente as Sagradas Escrituras. Segundo a “Dei Verbum”, a ignorância das Escrituras é ignorância do próprio Cristo.

Portanto, obedeçamos à Igreja, pois ela é sábia. Se você pensa que a leitura da Bíblia é algo chato e maçante, preciso lhe dizer que você está muito enganado. Ela também não é de difícil entendimento. Se você já tentou ler a Bíblia e encontrou dificuldades, o problema, certamente, não está nela nem em você, mas no método que você usou. Basta ter um método correto e perseverança para colocá-lo em prática.

Uma vez encontrada a forma mais apropriada, estou certo de que você olhará com pesar todo o tempo que passou longe da Palavra de Deus. Para aqueles que já têm um contato diário com as Sagrada Escritura, fará uma experiência ainda mais produtiva depois que encontrar o método mais apropriado para você.

Leia mais:
::O pecado é o nosso maior inimigo
::Nesta guerra, o tentador é o nosso grande inimigo
::Quantas vezes você mesmo foi o seu maior inimigo?
::Todo soldado precisa fazer parte de um pelotão

O método ensinado pelo monsenhor Jonas

A ideia aqui não é explicar como funciona esse método de uma maneira aprofundada, mas apresentar uma excelente opção para todos aqueles que querem mergulhar nas Sagradas Escrituras. Convém lembrar que a “a Palavra de Deus é luz para os nossos passos. Devemos assimilá-la na fé e na oração e pô-la em prática.” (CIC 1802).

Monsenhor Jonas nos ensina que, na Bíblia, existem muitas promessas a nosso respeito e cabe a nós encontrá-las. Nós podemos confiar nessas promessas, porque elas não falham. Vale a pena conhecê-las, mas, para isso, é preciso buscá-las. Na Palavra de Deus, nós encontramos também muitas prescrições. Se seguirmos essas direções de Deus, não erraremos nas escolhas que temos de fazer a cada dia, afinal, quem obedece à Palavra de Deus não erra.

Em resumo, na Bíblia, nós encontraremos todas as respostas que buscamos. Em suas páginas, portanto, estão as respostas para todos os nossos questionamentos interiores. Mas essas respostas não vão cair do céu. É você que tem de buscá-las, você tem de procurá-las. Ter uma sequência correta para fazer o Diário Espiritual é essencial.

É muito importante ter uma sequência que ajude a quem deseja fazer o diário espiritual. Geralmente, as pessoas começam empolgadas pelo livro do Gêneses, esperando chegar ao Apocalipse. Pode existir quem tenha conseguido essa grande proeza, mas sejamos sinceros, é uma tarefa muito difícil.

É justamente por isso que Monsenhor Jonas Abib nos apresentou um maravilhoso itinerário de estudo. A título de exemplo, esse itinerário inicia-se pela primeira Carta de São João. Nela, descobrimos que somos amados por um Deus que nos salvou de uma vez por todas. Em seguida, passamos para o Evangelho de São João, seguido pelo Evangelho de São Marcos. Continuamos pelas pequenas cartas de São Paulo: Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses (…), e assim segue a relação preparada pelo monsenhor Jonas.

Se você deseja conhecer esse método, adquira o livrinho “A Bíblia no meu dia a dia”. Ele é bem pequeno e tem um valor muito acessível, mas o bem que ele pode fazer é incalculável. Esse é o método que todos os membros missionários da Comunidade Canção Nova usam diariamente. Uma herança maravilhosa deixada pelo Monsenhor Jonas Abib a todos nós.

No próximo artigo, aprofundaremo-nos na importância de termos uma vida de sacramentos.

Deus abençoe você, e até a próxima!


Gleidson Carvalho

Gleidson de Souza Carvalho é natural de Valença (RJ), mas viveu parte de sua vida em Piraúba (MG). Hoje, ele é missionário da Comunidade Canção Nova, candidato às ordens sacras, licenciado em Filosofia e bacharelando em Teologia, ambos pela Faculdade Canção Nova, Cachoeira Paulista (SP). Atua no Departamento de Internet da Canção Nova, na Liturgia do Santuário do Pai das Misericórdias e nos Confessionários. Apresenta, com os demais seminaristas, o “Terço em Família” pela Rádio Canção Nova AM. (Instagram: @cngleidson)

comentários