confira

Sete características de quem faz a vontade de Deus

Você está próximo da vontade de Deus?

Paz e unção, caros amigos leitores! Falar sobre a vontade de Deus é, dentre tantas coisas que compõem nossa trajetória de vida, a mais importante e, sem dúvidas, a mais desafiadora. Portanto, caro amigo leitor, não pense você que, aqui, esgotaremos esse precioso assunto, mas, impelido pelo Santo Espírito, fui movido a lançar algumas luzes sobre sua vida com o intuito de lhe deixar mais próximo da vontade de Deus do que até agora você já esteve. Vamos lá?

“Quem teria conhecido Tua vontade, se Tu mesmo não concedesses a Sabedoria e das alturas enviasses Teu Santo Espírito?” (Sb 9,17)

Nesse trecho da oração de Salomão, conclamando Sabedoria a Deus para suceder seu pai Davi, no trono de Israel, vemos um homem de reconhecida autoridade reconhecendo-se limitado e, principalmente, desejoso de cumprir a vontade de Deus; e Salomão é sabedor de que a vontade de Deus só é acessada por meio de uma entranhada comunhão com o Espírito Santo. Quem quer fazer a vontade de Deus será sempre amigo do Espírito Santo. Quanto mais fortes forem seus laços com o Paráclito, mais visível será a vontade de Deus na sua vida.

Foto ilustrativa: Bruno Marques/cancaonova.com

Teus projetos têm a aprovação de Deus?

Quantas são as pessoas que se consomem em projetos apenas humanos, projetos que não carregam a aprovação de Deus! Não significa que não sejam projetos bons, talvez sejam, mas se não estão chancelados por Deus, por melhores que sejam os resultados obtidos, não contribuirão na vida daqueles que tudo o que fazem nessa terra, fazem almejando a Jerusalém celeste como sua eterna morada. É muito comum, e por que não dizer, previsto que, em algum momento da vida, nos indaguemos: Qual a vontade de Deus para minha vida?

É perceptível, em nossos dias, que tal pergunta não esteja diretamente ligada à grande finalidade da vontade de Deus sobre nós, que é a de que sejamos santos. “A vontade de Deus é que sejais santos” (1 Ts.4,3). Em muitas vezes, tal pergunta refere-se à projetos pessoais diversos, tais como: mudança de emprego, matrimônio, mudança de cidade, viagens, paternidade, maternidade, enfim, projetos que nutrimos em nós com o desejo de que estejam em comunhão com o santo querer do Senhor, o que é louvável.

Com o objetivo de auxiliá-lo, quero agora levá-lo a uma reflexão, a fim de que você consiga identificar e potencializar algumas das características dos que fazem a vontade de Deus. É evidente que são muitas. Eu destaquei 7. Vejamos:

Primeira característica – Deus é o centro de todas as coisas

Quando dizemos: “Jesus Cristo é o meu Senhor”, a vida nos proporciona situações em que esse Senhorio é, digamos, testado. Seremos provados por causa, justamente, dessa adesão a Cristo; e apesar de todos os embates, seguimos com Ele. Quem faz a vontade de Deus mostra com a vida que Ele está acima de tudo e de todos em sua história.

Segunda característica – Possui um espírito decidido

Ser forte não é vencer sempre. Ser forte é não desistir jamais. Eis uma característica visível na vida de quem cumpre o querer divino. Quem faz a vontade de Deus não está pecando, mas isso não significa que está isento do pecado por toda a vida, pois a natureza humana é inclinada à concupiscência. No entanto, apesar de nossa natureza carnal ser frágil, podemos, com o auxílio da graça, desenvolver em nós um espírito decidido. Como ensina Santa Tereza D’Avila: “O demônio tem medo de almas decididas”. Deus se alegra com almas decididas por Ele.

Terceira característica – Desconfie de si mesmo sempre

Essa é uma das mais célebres e desafiadoras características acerca da vontade de Deus, uma verdadeira ascese. Os santos padres do deserto a encaravam como uma das mais fiéis vias para um caminho virtuoso. Desconfiar de si mesmo sempre é combater o amor-próprio que trava nosso progresso espiritual e humano.

“O amor-próprio facilmente nos altera a retidão de juízo. Se Deus for sempre o único objetivo dos nossos desejos, não nos perturbará tão facilmente qualquer oposição ao nosso parecer”. (Tomás de Kempis – Imitação de Cristo)

Quarta característica – Não negocia a Verdade

A Verdade para todo o cristão tem um nome, Jesus de Nazaré. Foi ele quem a definiu sendo a Verdade Ele mesmo: “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14,6). E isso é irrevogável, trata-se de um princípio eterno como nos ensina monsenhor Jonas Abib. Mentir é opcional; não negociar a Verdade, que é Cristo Jesus, também.

Quinta característica – Marcada pela disposição

Engana-se quem pensa que o Senhor chama os que estão prontos, pois, acima de tudo, Ele chama os que Ele confia. Aos que são chamados o Senhor só espera uma coisa: prontidão. A pessoa marcada pela disposição é aquela que corresponde imediatamente, sem reservas aos doces apelos de Deus. Uma pessoa disposta sempre terá nos lábios a profética resposta: “Eis-me aqui! Envia-me! (Is.6,8)”.

Sexta característica – Dócil às ordens divinas e de seus superiores

Você sempre verá pessoas que fazem a vontade de Deus acompanhadas de docilidade às ordens, sejam elas diretamente de Deus ou indiretamente por meio de pessoas. Os dóceis tem seus ouvidos afinados com a voz do Altíssimo. A palavra obediência significa escutar com atenção e seriedade. E isso é perceptível a quem faz a vontade d’Ele. Obedecer não é um fardo aos dóceis é, antes de tudo, treinamento para a maturidade.

Sétima característica – É latente o amor ao próximo

A indiferença não está no dicionário de quem faz a vontade de Deus, e a razão é simples: quem faz a vontade de Deus não divide, ao contrário, aglutina, mobiliza. É aquele que transformou sua em atos. O amor ao próximo é o Amor Perfeito andando e agindo entre os imperfeitos.

Vamos orar juntos?

Meu Senhor e Rei, invoco, agora, sobre mim o Teu poder, tomo posse da santa unção que derramas sobre a minha vida neste momento. Tu me conheces e sondas a minha alma. Tu sabes dos meus medos e das minhas inseguranças. Peço-Te perdão, Senhor, pelas tantas vezes em que optei não confiar na Tua Palavra e na Tua divina providência, mas, hoje, eu quero me lançar com confiança absoluta nas Tuas promessas, quero subir os “degraus” da fé, na certeza de que o melhor está reservado por Ti.
A Tua Palavra me ensina, Senhor, que os que te agradam são os que têm fé, e eu quero te agradar, quero, com a minha vida, gerar alegria ao Teu Santo Coração. Vem, Espírito Santo, realiza em mim a obra sonhada pelo Pai, inflama-me com Teu fogo e batiza-me com o dom da fé carismática, a fé expectante. Que, mesmo em meio às adversidades da vida, eu mantenha acesa a chama da confiança inabalável em Ti. Amém.
(Oração pg.56. – Livro ‘Se tu queres, Senhor, eu quero’)

Evandro Nunes
Fogo na Alma


Evandro Nunes

Membro da Renovação Carismática Católica na Diocese de Santo Amaro (SP), Evandro Nunes tem se dedicado à vida missionária desde 2010, exercendo o Ministério da Pregação em todo o Brasil e no exterior. Casado, Nunes também é autor dos livros ‘Do Céu para você’ e ‘Se Tu queres Senhor, eu quero’, ambos lançados pela Editora Canção Nova.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.