Amadurecimento

Qual será a vontade de Deus?

A cada dia, busco em Deus a força de que preciso para fazer a vontade d’Ele

Quantas e quantas vezes fugimos de situações que não nos agradam ou que não são do jeito que queremos! Se alguém nos pede algo que, ao analisarmos, vai exigir muito de nós, a nossa tendência é inventar que não podemos fazer aquilo e fugir da situação. Mas com Deus não é assim. Eu me pergunto sempre qual é a pedagogia d’Ele para comigo, e as respostas sempre vêm nas situações em que eu não queria.

Foto ilustrativa: Paula Dizaró / cancaonova.com

Quando temos nossa experiência com Deus, a primeira reação é dizer a Ele: “Senhor, quero sempre fazer a Sua vontade”. E, realmente, é isso o que Ele espera de nós, que sejamos inteiramente d’Ele de todo o coração e de toda a alma; assim, a cada dia, dizer o nosso “sim”, mesmo que exija muito de nós, mesmo que tenhamos de lutar contra a nossa vontade.

O carinho de Deus é maravilhoso, Ele não nos pede algo além de nossas forças, pois sabe muito mais que nós mesmos das nossas fraquezas e medos, e faz deles o nosso ponto de partida para o amadurecimento, para atingirmos a perfeição de Jesus.

Muitas pessoas, hoje, não são tão felizes como gostariam, porque só querem fazer aquilo que lhes agradam, aquilo que lhes der vontade de fazer, e pensam que isso é certo. A autossuficiência atingiu a tantos, que muitos procuram a felicidade em lugares e situações erradas, e deixam os planos de Deus num canto qualquer; e quando caem em si, pode ser tarde. Deus, no entanto, sempre tem o “plano estepe”.

Leia mais:
.: Nossa oração muda a vontade de Deus?
.: Onde está a vontade de Deus dentro de nós?
.: Será que estou fazendo a vontade de Deus?

Eu prefiro ficar com o primeiro projeto, pois sei que serei mais realizada. Sou muito feliz como consagrada e missionária. A cada dia, busco em Deus a força de que preciso para fazer  a vontade d’Ele, pois sei que Ele só quer o meu melhor.

Na Canção Nova, posso tocar nessa realidade concretamente. Todos os meus temores estão acontecendo, e, às vezes, penso que não vou dar conta; então, choro, “brigo” com Deus por achar que Ele exige muito de mim, mas o que me dá força é saber que Ele está investindo, e que o carisma está comigo, não estou sozinha, pois tenho irmãos com os quais sei que posso contar, e que é Ele próprio quem faz.

Na minha humanidade, eu não conseguiria fazer muita coisa, se não fosse a escolha do próprio Deus por mim.

Sejamos corajosos e demos uma chance para que Deus realize, em nossa vida, aquilo que Ele, desde toda a eternidade, sonhou.

Paula Dizaró
Missionária da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.