Crescimento na fé

Oração é relacionamento

O Catecismo da Igreja Católica nos ensina que Deus criou o homem no amor, por amor e para o amor, e inscreveu, em seu coração, um desejo de um relacionamento com Ele. Somente em Deus o homem encontrará a verdade e a felicidade que procura incessantemente.

1Em Seu amor, desde a criação, Deus estabelece uma relação profunda e concreta com o homem, que é infringida quando, na sua liberdade, o primeiro homem escolhe desobedecer-Lhe. Como consequência, a harmonia está rompida e a natureza humana privada de santidade, ferida por seu pecado.

Oração é relacionamento

Foto Ilustrativa: by Getty Images /ChristianChan

Contudo, mesmo depois da queda, o homem não foi abandonado por Deus. Em Cristo, o véu se rasga, o céu se abre e, novamente, o homem pode aproximar-se do Senhor. A partir de então, a oração passa a ser o meio onde o homem se relaciona com Deus. Ela situa este espaço de relacionamento onde o homem se encontra com Deus, fala com Ele e também O escuta. Neste meio, o homem é revelado a ele mesmo através de Deus e Deus também Se revela a ele. Por não entendermos de fato o que é a oração, muitas vezes, rezamos por vários motivos, mas não para estarmos unidos a Deus.

Persistir na oração é insistir num relacionamento com Deus

O grande desejo de Deus, na oração, é atrair-nos a Ele, tornar o nosso coração conhecido e revelar-Se a nós em tudo o que Ele é e não somente no que Ele pode fazer. Por isso, a oração não é só momento de pedir a Deus o que precisamos, mas a nossa forma de nos relacionarmos com Deus, de estabelecermos com Ele um compromisso, uma aliança. Persistir na oração é insistir na relação com Deus. Nenhuma oração fica sem resposta. E, na maioria das vezes, a primeira resposta é a conversão do nosso coração. É preciso perseverar, Deus sempre vai responder a nossa oração. Percorrer este caminho de insistência é também um caminho de crescimento na fé.

A oração que agrada o coração de Deus não é uma oração formada por palavras bonitas, mas sim a oração que comporta a verdade do meu e do seu coração. Se entendemos que a oração é relacionamento, podemos rezar em tudo o que fazemos unindo o nosso coração a Deus em cada detalhe do nosso dia. Assim, dedicamos momentos específicos para estar somente com o Senhor, e podemos continuar com Ele durante todo nosso dia.

Leia mais:
.: Orar significa falar com Deus
.: Como saber se é realmente Deus que está falando comigo?
.: Como possuir uma profunda intimidade com Deus?
.: Fale com Deus a respeito de alguém 

A sagrada escritura traz, muitas vezes, que, quando Jesus vai orar, Ele sobe o monte. Isso para dizer que na oração existe sempre uma exigência, um esforço que é nosso. Colocar-se em oração sempre será um caminho de subida. Muitas vezes, ligamos a oração aos nossos sentimentos e a nossa vontade, e assim, se tenho vontade de rezar eu rezo, se sinto que Deus está comigo eu rezo, porque este sentimento na oração me faz bem etc. No entanto, a oração não é baseada no sentimento e na vontade, ela é uma necessidade do nosso coração. Quando reconhecemos esta necessidade, somos capazes de adentrar neste caminho de subida indo além dos sentimentos e da vontade para crescer na intimidade com o Criador.

Se quisermos, porém, caminhar sozinhos na oração, chegará uma hora que não mais conseguiremos. Além do nosso esforço, existe uma parte na oração que é graça. O grande segredo para permanecer na oração é reconhecer-se necessitado da graça de Deus. É o Espírito Santo que vem em auxílio a nossa fraqueza e ora em nós2. Contar com o Espírito Santo é o grande segredo para permanecermos na oração e crescermos na relação com Deus.

Referências:
1Catecismo da Igreja Católica n°27
2Rm 8, 26

banner espiritualidade


Marcela Cunha

Marcela Martins da Cunha, natural da Cidade de Edéia – GO, é missionária da Comunidade Canção Nova desde 2013. A missionária formou-se em Fisioterapia pela PUC – GO em 2004; é Mestra em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde pela UFG (Universidade Federal de Goiás), pós-graduada em Saúde da Família (UFG) e em Gestão da Comunicação pela Faculdade Canção Nova (FCN). Atualmente, atua na gestão do Posto Médico Padre Pio e na missão RVJ. Tem a escrita como uma forma de comunicar o Cristo vivo e vivido em sua vida.

comentários