🙏 Reze

Como anda o seu tempo para rezar? Já parou para pensar nisso?

Quanto tempo do seu dia você ocupa com o seu trabalho? Seis horas? Oito horas? Mais? Menos? E para os trabalhos domésticos? Para os trabalhos da faculdade? E para a Internet, redes sociais, TV, filmes, vídeos? Uma hora? Duas? Mais?

Quanto tempo do seu dia você reserva para cuidar da sua saúde ou da sua beleza? Faz academia? Quanto tempo do seu dia você dedica às pessoas que você ama?

Como-anda-o-seu-tempo-para-rezar-Já-parou-para-pensar-nisso

Foto Ilustrativa: Tutye by Getty Images

E, agora, a mais importante de todas as perguntas: Quanto tempo do seu dia você oferece a Deus? Qual é o lugar d’Ele na sua programação diária?

Para alguns, ficará mais fácil se eu disser assim: Você oferta o dízimo do seu dinheiro na Igreja, não é? Ok, mas e o dízimo do seu tempo para Deus?

É preciso aprender a separar o seu tempo e ter um  momento para rezar

É preciso separar um tempo “exclusivo” do seu dia, da sua agenda tão lotada para estar com Deus. O que você acha? Ele merece?

Geralmente, estamos acostumados a orar (rezar) apenas enquanto sentimos vontade; por isso, um dia você reza uma hora, em outro, cinco minutos; ainda em outro, vinte; e assim vamos nos tornando “profissionais da inconstância”…

Mas essa inconstância custa caro e rima com superficialidade, infidelidade e, muitas vezes, infelicidade.
Para resolver isso, você precisa determinar um tempo específico diário para a oração. Muitos dizem, com razão, que “sem disciplina não há santidade”, e eu diria também que “sem disciplina não há intimidade”.

Reserve um horário para orar

As pessoas que não determinam um tempo mínimo de oração vivem o efeito “gangorra”: um dia oram (rezam) muito; e, no outro, nada; um dia estão lá em cima, no outro, lá em baixo. Muitas vezes, elas dizem: “Ah… estou sem vontade”, “estou cansado”, “com sono”, “foi muito corrido meu dia, por isso, não vou orar (rezar) hoje”… E por aí vai. Quem age dessa maneira vai se perdendo e se expondo aos perigos da falta de oração.

Se soubéssemos como é grave deixar de orar (rezar), mesmo que fosse apenas por um dia, nunca dormiríamos sem fazer nossa oração. Deixar de orar (rezar) é mais perigoso do que se expor à mais alta radiação que existe no mundo – deixar de orar é fatal!

Leia mais:
.: Como fazer o encontro do nosso tempo, com o tempo de Deus?
.: Como possuir uma profunda intimidade com Deus?
.: Orar como convém: o sentido da oração
.: Qual é a diferença entre rezar e orar?

A oração é nosso academia espiritual

Se você continuar assim, além de se perder na superficialidade, não vai formar “músculos e fibras espirituais” necessários para fortalecê-lo diante das grandes tribulações. A oração fará de você um vencedor!

Você sabia que a anemia mata? Saiba que a “anemia espiritual” mata ainda mais… A oração é alimento para uma vida feliz e saudável.

Por isso, você precisa determinar quanto tempo você vai dar para Deus todos os dias. Entendeu? Então, agora responda: quanto tempo você vai começar a dar a Deus por dia?

Uma dica: nunca comece com muito tempo. É como na academia: vá devagar no começo (cinco ou dez minutos), sem exagerar, e vá pouco a pouco aumentando seu tempo de oração.

Uma regra: o tempo sempre pode aumentar, mas nunca diminuir! Digamos, por exemplo, que hoje me determinei a orar (rezar) todos os dias por cinco minutos. Na semana que vem, não posso reduzir esse tempo para três minutos, entende? Mas você sempre pode aumentar; por exemplo: “A partir deste mês, eu vou dar dez minutos para Deus todos os dias!”, e assim você segue até encontrar o seu tempo, seu ritmo de oração diária – o que pode variar em tempos fortes, como quando você faz um retiro, por exemplo.

Seja fiel à sua oração diária

O importante para Deus não é a quantidade, mas o amor e a fidelidade com que rezamos (oramos); também não importa se você está cansado ou coisa do tipo – o Senhor o aceita, acolhe e espera mesmo assim!

Pronto, concluímos o primeiro passo. Uma última dica: é bom também escolher o melhor horário do dia para a sua oração. Seria de manhã? Assim que acordar? À tarde? À noite? Antes de dormir? Ou de madrugada? Qual o melhor horário para você? Escolha um e vá em frente!

Trecho extraído do livro “A oração em 7 passos”, de padre Sóstenes

banner_espiritualidade


Padre Sostenes Vieira do Monte Chaves

Missionário e sacerdote da comunidade Canção Nova e atualmente mora na missão de Nazaré (Israel – Terra Santa)