Sinal de caridade

Terço do amor

Doce Coração de Jesus, sede meu amor! Doce Coração de Maria, sede minha salvação!

Irmã Consolata Betrone (1903-1946), religiosa capuchinha italiana, foi escolhida por Deus para confirmar ao mundo a doutrina do caminho de infância espiritual, já ensinado por Santa Teresinha do Menino Jesus, dando-lhe uma forma concreta e fácil de ser praticada por todos.

Foto ilustrativa: Wesley Almeida / cancaonova.com

Jesus promete assim: cada vez que pronunciar-se este Ato de Amor: “Jesus, Maria, eu vos amo! Salvai as almas!”, uma alma será salva. E isso é sinal de caridade perfeita pela súplica constante em favor das almas, de todas as almas, as da Igreja militante, que somos nós, a caminho da casa do Pai, e as da Igreja padecente, as almas do purgatório.

Repetido a todo momento, em qualquer lugar, atrai uma chuva de graças particulares e, sobretudo, prepara Terços de um povo de fé, o triunfo da Misericórdia Divina nos corações humanos, qual novo Pentecostes em escala mundial.

Reze também:
.: Consagração da família ao Sagrado Coração
.: Terço da vitória pelo Sangue de Jesus
.: Terço: Mãe da Divina Misericórdia

“O Senhor deve, também, vir em nosso socorro na proporção das fadigas que aguentamos por causa do seu amor. E visto que, essas angústias são grandes, menores não devem ser as graças” (Santa Teresa de Jesus).

Jesus, Maria, eu vos amo! Salvai as almas!

No início, reza-se:
Pai-Nosso, Ave-Maria, Credo.

Na contas do Pai-Nosso, reza-se:
Doce Coração de Jesus, sede meu amor!
Doce Coração de Maria, sede minha salvação!

Nas contas da Ave-Maria, reza-se:
Jesus, Maria, eu vos amo! Salvai as almas!

No final do terço, reza-se:
Sagrado Coração de Jesus, fazei que eu Vos ame cada vez mais (3 vezes).

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.