ESCOLHIDO DE DEUS

Por que devemos sempre seguir o exemplo de São José?

Ao longo de sua história, a humanidade sempre procurou conhecer e cultuar os seus os heróis. Tal culto, levado a extremos de fanatismo em certos povos e culturas, chegou a admitir, como prática usual, o sacrifício de vidas humanas como prova de lealdade.

Na tradição cristã, encontramos exemplos de fiéis que entregaram suas vidas pela causa de Jesus Cristo e pelo Reino de Deus. Eles são chamados e cultuados como os Santos Mártires da Igreja Católica Apostólica Romana.

Neste artigo, no entanto, nosso enfoque será sobre a figura de São José, o esposo da Virgem Maria e pai adotivo de Jesus.

Ao garimparmos na História, buscando informações sobre esse carpinteiro de Nazaré, ficamos deslumbrados ao ver nele o exemplo de alguém que pautou sua vida na virtude do silêncio, uma postura que permeou toda a sua vida e missão. Um homem cujo carisma exerce um fascínio sobre os nossos corações e nos move a entrar na dinâmica de uma proximidade cada vez maior dele, para melhor conhecê-lo e imitá-lo.

Por que devemos seguir o exemplo de São José?

Foto Ilustrativa: Guido Reni (1575-1642)

José buscou o cumprimento das promessas de Deus

Homem justo e de fé incondicional, que viveu na pobreza em todos os sentidos, temente a Deus, José procurou em tudo buscar cumprir a vontade de Deus e, uma vez descoberta, assumiu com fé coragem a sua vocação, colaborando na realização dos grandes mistérios divinos no plano da salvação.

José! O Escolhido do Pai revestiu-se de humildade e, sempre disponível, obedeceu à voz de Deus revelada nos sonhos. Guiado pelo Espírito Santo demonstrou que todos nascemos, vivemos e nos movemos para a Glória de Deus.

Superou todos os medos, provações e tentações graças à sua fé incondicional e à sua fidelidade à oração pessoal, familiar e comunitária. Viveu dos trabalhos de suas mãos e do suor de seu rosto. Constituiu sua família sob os valores éticos e religiosos, privilegiando o grande valor da família nas realizações humanas.

Zelou e defendeu sua família: a vida de sua Esposa e de seu Filho adotivo Jesus, e procurou sempre, com a Graça de Deus, ser um esposo fiel, provedor de sua casa, pai e educador do Filho Unigênito de Deus.

José viveu a paternidade com Jesus e com os necessitados

Um homem respeitado por toda a Galileia e região. Por onde passava, tinha um olhar penetrante à realidade de seu povo e um coração generoso, de onde jorrava a água viva da misericórdia, no acolhimento e socorro aos pobres e desvalidos.

Esteve sempre presente na vida de Maria, sua Esposa, e de seu Filho adotivo Jesus. Soube como conduzir sua vocação paterna na edificação do caráter e personalidade de Jesus, acolhendo-o como aprendiz de carpintaria. E assim o introduziu no mundo do trabalho, como um cidadão comprometido com a edificação da sociedade, sob a óptica do Reino de Deus.

Educou Jesus nas leis e nos costumes da tradição de seu povo, e lhe ensinou a arte de servir e fazer o bem sempre e jamais discriminar qualquer pessoa. O bem do próximo e o amor, acima de tudo.

Leia mais:
.:Ide a São José
.:Reze conosco, com confiança, a novena a São José
.:”Presença discreta e decisiva em minha vida”, diz devoto de São José
.:”Protetor e auxílio nas horas difíceis”, disse Fagner Mendonça

José desejou sempre viver na santidade de Deus e procurou vivê-la no cotidiano da vida, com toda a simplicidade. Não há nada de extraordinário que marque e qualifique esse homem pobre de Nazaré: deixou-se tocar pelo Amor de Deus e, uma vez agraciado pelo dom da paternidade, abraçou essa nobilíssima missão. Sempre ao lado de sua Esposa Maria, juntos deram o recíproco consentimento que marcou e selou eternamente a felicidade de Deus e da Humanidade: SIM, eis aqui os vossos servos Senhor. Faça-se a Vossa Santa Vontade. E Deus fez: “Hoje vos nasceu na cidade de Davi, um Salvador, que é o Cristo Senhor” ( Lucas 2,11).

Olhando para Jesus, percebemos o quanto José foi importante em Sua vida. Sua educação foi forjada na têmpera dos valores e virtudes que José testemunhou ao lado do menino e adolescente Jesus. Que é este homem cheio de sabedoria de Deus e de amor pelos pobres? Ele é o Filho do Carpinteiro José, de Nazaré.

“As palavras passam, os exemplos arrastam”

Padre Luiz Roberto Teixeira Di Lascio
Vigário Paroquial na Basílica Nª.Sª do Carmo
Orientador Espiritual do Centro de Orientação Familiar
Arquidiocese de Campinas–São Paulo

banner the church


Padre Luiz Roberto Teixeira Di Lascio

Padre Luiz Roberto Teixeira Di Lascio é Vigário Paroquial na Basílica Nª.Sª do Carmo e orientador espiritual do Centro de Orientação Familiar da Arquidiocese de Campinas – SP.  É um grande devoto de São José, criador da Fraternidade Peregrinos de São José, além disso, é autor de livros como: “Terço Abençoado de São José”, “Uma Rosa para Maria” e “São José Patrono do nosso tempo”.

comentários