Origem da Oração à São Miguel

O Papa Leão XIII rezava a sua Ação de Graças no final da Santa Missa, e viu, a Terra ser inundada de nuvens sombrias de espíritos infernais. Terá ouvido mesmo a discórdia entre satanás com Jesus Cristo, dizendo-Lhe que lhe desse mais tempo e ele destruiria a sua Igreja.

– Terás o tempo que pedes, depois faremos as contas, respondeu Jesus.
Leão XIII, iluminado por Deus, compreendeu que era a São Miguel que o Senhor havia reservado a honra de precipitar novamente no abismo a satanás e aos outros espíritos malignos.

A oração composta por Sua Santidade anda ainda de boca em boca e é rezada por milhões e milhões de cristãos em cada dia:

“São Miguel Arcanjo protegei-nos neste combate, cobri-nos com o vosso escudo contra as mentiras e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos e vós, Príncipe da Milícia Celeste, pelo Divino poder, precipitai no inferno a satanás e a todos os espíritos malignos que andam no Mundo para a perdição das almas. Amém”

O mesmo Papa compôs, ainda, um exorcismo – Exorcismo de Leão XIII – contra satanás e os seus anjos rebeldes. Esta oração nos mostra a ação do maligno, nos nossos dias, e como é necessário recorrer à poderosa intercessão da Virgem Maria e de São Miguel, no ataque contra as forças do mal, quer se trate de males físicos como da alma.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.