Dia Mundial da Alimentação

Quando o assunto é alimentação, nossas escolhas nos definem?

Você considera ter uma alimentação saudável?

Um questionamento pode surgir: existe um Dia Mundial da Alimentação? Para que criar uma data como essa? A resposta é que esse dia existe e essa comemoração, que teve início em 1981, atualmente é celebrada em 150 países, com o intuito de conscientizar a opinião pública sobre questões relativas à alimentação e nutrição.

Vivemos em constantes mudanças tecnológicas, as informações são muito rápidas, aparecem novidades a todo momento, principalmente no que diz a respeito à alimentação e nutrição. Cria-se, então, muitos mitos e conceitos errados sobre o real sentido de alimentação saudável. Nesse Dia Mundial da Alimentação, convido você a refletir sobre dois pontos importantes.

-Quando-o-assunto-é-alimentação-nossas-escolhas-nos-definem?-

Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

O primeiro é sobre a questão do desperdício de alimentos. Todos os dias, são produzidos toneladas de alimentos no mundo, e muita comida é jogada fora, tantas pessoas passando fome.

Na sua casa, você costuma comprar o que vai consumir? Compra a quantidade certa ou compra a mais, e tem de jogar o que estraga fora? Quando vai a um restaurante, coloca no prato mais comida do que consegue comer? São pequenas atitudes que podem fazer a diferença, melhorar a condição e diminuir a quantidade de pessoas que passam necessidade do básico.

Outro ponto é a sua relação com os alimentos. Você tem o prazer de comer, come de tudo um pouco, deixa de lado os excessos ou come por comer, exclui grupos de alimentos importantes, não importando as necessidades do seu organismo, deixando-o carente de nutrientes? Hoje, as coisas mudam rápido, principalmente no que diz respeito à alimentação. São muitas dietas novas, muitos conceitos criados, podem surgir dúvidas do que comer, do que não comer.

Aqui vão algumas dicas:

• o alimento não deve ser tratado como remédio, você precisa comer para nutrir seu corpo, pois é uma atividade vital;
• comer devagar, sentir os sabores e os aromas. É um momento de pausa, de contemplar o prato que está a sua frente;
• procurar um profissional para tirar suas dúvidas; não seguir a dieta da moda ou da colega de trabalho. Cada pessoa é única e precisa ter sua individualidade respeitada. Não excluir grupos de alimentos, por exemplo, retirar o carboidrato, pois emagrece mais rápido. O erro pode não estar no carboidrato, mas nos excessos alimentares que são cometidos;
• não existe alimento que sozinho faça “milagres”. Uma alimentação saudável, balanceada, precisa conter carboidratos, proteínas, lipídeos, fibras, sais minerais e nutrientes;
• açúcares, refrigerantes, alimentos gordurosos, ricos em sódio, industrializados, embutidos e enlatados deve ser retirado do dia a dia.

Leia mais:
::Minha maneira de comer influencia minha vida de oração?
::Como alinhar uma boa dieta com atividade física
::O sono e sua importância na manutenção da saúde
::Como evitar que a ansiedade e o estresse gerem doenças físicas?

Que esse Dia Mundial da Alimentação não seja mais um dia, mas um momento para ter atitudes diferentes, mudar hábitos, rever sua lista de compras, o que está no seu armário sobrando, pois nossas “escolhas nos definem”, e para a nutrição essa máxima é muito real.

O que você tem escolhido?


Michele Barros

Michele Barros é membro da Comunidade Canção Nova. Nutricionista, atua no Posto Médico Padre Pio.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.