entenda

O perigo da hipertensão arterial durante a gravidez

A hipertensão arterial é uma das complicações mais graves que podem acontecer durante uma gestação. Complica de 5% a 8% de todas as gestações e contribui significativamente tanto para a morbimortalidade materna quanto fetal.

Quando uma gestante chega ao meu consultório, recomendada por um colega obstetra, se a PA estiver com valores anormais, ou seja, com a PAS maior do que 140mmHg e PAD maior do que 90mmHg, devemos diferenciar:

• Hipertensão crônica: Quando a PA se encontra elevada antes da gestação ou antes de 20 semanas da gravidez, a hipertensão crônica complica aproximadamente de 1% a 5% de todas as gestações.
• Hipertensão gestacional: Desenvolve-se após 20 semanas de gestação (tipicamente depois das 37 semanas) e persiste até seis semanas pós-parto; acontece, aproximadamente, de 5% a 10% de todas as gestações, com mais frequência em casos de gestação múltipla.

O perigo da hipertensão arterial durante a gravidez

Foto ilustrativa: Jovanmandic by Getty Images

A gravidade da hipertensão arterial durante a gravidez

Os dois tipos de hipertensão aumentam o risco de pré-eclâmpsia e eclâmpsia, que são situações graves. Ambas, se não atendidas a tempo, podem levar a mãe, a criança ou ambas à morte. Geralmente, o quadro clínico desaparece após o nascimento da criança.

Além das complicações maternas, pode ocorrer sofrimento do feto por alterações do fluxo de sangue da placenta, levando à restrição de crescimento, falta de oxigênio etc., podendo ocasionar sequelas graves e irreversíveis no feto, e até a sua morte.

Assim, levando em conta a gravidade da hipertensão durante a gravidez, cabe à gestante, a partir do momento do diagnóstico da gestação, iniciar um planejamento de hábitos de vida saudáveis para prevenir complicações para si mesma ou para a criança gerada. Parar de fumar, praticar exercícios físicos apropriados e ter uma alimentação saudável são procedimentos primordiais para uma boa gestação.

Leia mais:
::Você sabe o que é diabetes gestacional?
::Como medir a pressão arterial?
::Como deve ser o tratamento da depressão?
::Baixe o aplicativo da Canção Nova e tenha acesso a todos os conteúdos do portal cancaonova.com

banner pais e filhos


Dr. Roque Savioli

Dr. Roque Marcos Savioli
CRMESP 22.338

Formado pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos em 1974. Residência Médica em 1975 e 1976 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, obtendo o título de especialista em Cardiologia, pela Segunda Clínica Médica, Serviço do Prof. Luis Vénere Décourt. Desde 1977 é integrante do Corpo Clínico do Instituto do Coração do HC-FMUSP , atualmente lotado como Médico Supervisor da Divisão Clínica – Unidade de Cardiogeriatria. Doutor em Medicina pela FMUSP  e integrante da Sociedade Paulista e Brasileira de Cardiologia .

Escritor de vários best sellers no Brasil e no exterior e membro da  Academia Cristã de Letras e do Instituto de Geografia e História do Estado de São Paulo. Autor também de livros publicados pela Editora Canção Nova.

Apresentador do programa “ Mais Saúde “na Rede Canção Nova de Radio (AM).

 

comentários