Tabagismo

A alimentação pode ajudar alguém a vencer o vício do cigarro?

O vício do cigarro é considerada uma das principais causas de morte no mundo

O vício do cigarro é um tema muito atual, um assunto que todos tem domínio, e sabem o mal que causa; e segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) o tabagismo é considerado uma das principais causas de morte no mundo.

Foto ilustrativa: NicolasMcComber by Getty Images

Prejuízos à saúde

O ato de fumar traz vários prejuízos à saúde da pessoa como: alteração do paladar; olfato pelo efeito térmico, que tem ação direta na mucosa bucal e na olfativa também e, como consequência, tem a perda de apetite.

Existe uma substância presente no cigarro chamada nicotina, ela age como um “rival”contra os nutrientes, fazendo com que as vitaminas e minerais não sejam absorvidos em sua totalidade, e também, desencadeia doenças cardiovasculares como: infarto; AVC; hipertensão; aumento das taxas de colesterol; principalmente o LDL.

Além de doenças respiratórias como: bronquite, asma, sinusite; o cigarro acelera a perda óssea, levando o fumante a ter osteoporose; ele aumenta a probabilidade de câncer; de doenças no estômago como: gastrite, refluxo, úlcera, pois há um aumento do ácido clorídrico.

Leia mais:
:: Vale a pena começar ou continuar fumando?
:: O sono e sua importância na manutenção da saúde
:: Quando o assunto é alimentação, nossas escolhas nos definem?
:: Minha maneira de comer influencia minha vida de oração?

Diante de tantas informações prejudiciais, onde entra a alimentação?

Existe algum alimento que ajuda a pessoa a parar de fumar? Se eu parar de fumar vou engordar?

São muitos os questionamentos, que você pode fazer ao ler este texto.

Primeiro, é preciso entender que, deixar o tabagismo não se dá da noite para o dia, em alguns casos é preciso intervenção médica e psicológica; segundo, a nutrição entra para ser um auxílio e dar orientações individualizadas, levando em conta o sexo, idade, peso, hábitos alimentares, exames laboratoriais, histórico de doenças do fumante.

Segue algumas dicas pra ajudar a você, que tem pensado em deixar esse mal hábito de fumar:

Beber pelo menos 2 litros de água para ajudar a desintoxicar o organismo;

Evitar café, bebidas alcoólicas, refrigerantes, chá mate, pois, potencializam o estresse, aumentando assim, o desejo de fumar;

Estudos mostram que, alguns alimentos como frutas, legumes, leite e derivados, tornam o gosto do cigarro não muito agradável, ajudando evitá-lo;

O consumo de alimentos ricos em vitamina C, está associada à diminuição do cortisol, pois, diminui o estresse e a vontade de fumar;

Alimentos ricos em zinco como batata, figo, carnes de frango e peixe, esses auxiliam no processo de expulsão do dióxido de carbono;

A prática de atividade física também ajuda muito, pois, diminui o estresse, a ansiedade; traz bem estar, melhora a circulação sanguínea, e combate o ganho de peso.

Mudança de estilo de vida

Durante o processo de deixar de fumar e ficando com vontade de fumar, coma fruta com aveia e mel; faça a opção por alimentos saudáveis e nutritivos, esses te deixarão mais disposto.

Vale a pena ressaltar que, a mudança no estilo de vida é essencial para deixar de fumar, como já disse leva tempo; força de vontade; e necessita de ajuda de profissionais capacitados.

Uma mudança que vale muito a pena, visto que, terá uma qualidade de vida para curtir a família e os amigos; mais qualidade no lazer; ter o paladar para sentir os sabores, o olfato para poder respirar ares puros e sentir os aromas. Pense nisso!

 


Michele Barros

Michele Barros é membro da Comunidade Canção Nova. Nutricionista, atua no Posto Médico Padre Pio.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.