Prevenção

Anemia: Sugestões de alimentos para prevenção

Entenda o que é anemia e o que fazer na prevenção

Pode acontecer, que em alguma de nossas idas ao médico, sejamos surpreendidos no exame de sangue com o aparecimento de um problema de saúde: a anemia.

Anemia Sugestões de alimentos para prevenção

Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

O que é a anemia? Como fazer para se cuidar? Como prevenir-se?

De acordo com o artigo escrito pela Doutoranda Mestre em Saúde da Criança e do Adolescente – Departamento de Pediatria FCM Unicamp, Regina Esteves Jordão, que fala sobre a prevalência da anemia no Brasil, podemos definir essa doença, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), como sendo “um estado em que a concentração de hemoglobina – célula vermelha do sangue –  é anormalmente baixa em consequência da carência de um ou mais nutrientes essenciais, qualquer que seja a origem dessa carência”.

Existem alguns tipos de anemia, mas hoje vamos falar especificamente sobre a chamada Anemia Ferropriva, aquela provocada pela deficiência de ferro, resultado de um longo período de balanço negativo entre a quantidade de ferro que ingerimos e aquela quantidade de que necessitamos, pois a ingestão de ferro é menor do que nossa necessidade.

No quadro abaixo, podemos ver as quantidades de ferro que precisamos ingerir todos os dias:

Quadro de classificação de necessidade de ferro por dia - anemia

A anemia por deficiência de ferro é a mais comum das carências nutricionais, com maior prevalência em mulheres e crianças, principalmente nos países em desenvolvimento como o Brasil.

Leia mais:
:: O leite traz benefícios para a saúde?
:: Alimentação e oração caminham juntas?
:: Gordura trans, um perigo para a saúde
:: Detóx, meu corpo não faz sozinho?

Considerada um sério problema de Saúde Pública, a anemia pode prejudicar o desenvolvimento mental e psicomotor, causar aumento da mortalidade materna e infantil, além da queda no desempenho do indivíduo no trabalho e redução da resistência às infecções.

Dicas de alimentação

Sabendo desses riscos e efeitos prejudiciais à saúde, como podemos prevenir o aparecimento da anemia?

O primeiro passo é saber que ela não aparece “de um dia para outro”, mas sim pela ingestão insuficiente de determinados alimentos, de forma repetitiva, durante um período prolongado.

O próximo passo é saber quais os alimentos são fonte de ferro, para que possamos consumi-los todos os dias, dentro de uma alimentação equilibrada. Vamos conhecer quais são esses alimentos:

– Ferro de origem animal (são mais absorvidos pelo organismo): Fígado de boi, carnes vermelhas, ovos e sardinha.

– Ferro de origem vegetal: Feijão, soja, beterraba, couve, espinafre, aveia, inhame, rapadura/açúcar mascavo e açaí.

O terceiro passo é saber o que fazer quando consumimos alimentos fonte de ferro:

Incluir nas refeições alimentos que sejam fontes de vitamina C (laranja, tangerina, acerola, limão e maracujá) logo após ingerir os alimentos fonte de ferro, pois a vitamina C auxilia na absorção do ferro.

Não consumir alimentos fonte de ferro junto com os de fonte de cálcio (leite e derivados) e cafeína (café, chás pretos e chocolate).

Essas são as dicas práticas que podem garantir níveis saudáveis de ferro para o nosso organismo. Vale sempre lembrar que é essencial procurar o profissional de saúde para fazer um bom acompanhamento.

Nós só podemos cuidar daquilo que conhecemos em nós!

Confira também:


Cristiane Zandim

Cristiane Pereira Zandim nasceu em Brasília / DF. É missionária na comunidade Canção Nova desde 2011. Cursou Nutrição na Universidade Universidade Federal Dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.