Vida de consagrado

A escolha do Senhor nos precedeu, seu desejo é nosso sim

Hoje, 02/02/2023, dia da Apresentação do Senhor, celebramos, na Igreja, o dia da vida consagrada. O Dia Mundial da Vida Consagrada foi instituído por São João Paulo II em 1997. A data tem por objetivo celebrar a vida de homens e mulheres que entregaram suas vidas a Deus por meio dos votos de pobreza, obediência e castidade. De forma especial, para todos nós, Canção Nova, este é um dia de festa e ação de graças, porque juntos, em comunidade, renovamos nosso compromisso com Deus neste Carisma que nasceu da vontade de Deus.

Exatamente, há 45 anos atrás, no dia 02/02/1978, nascia a Comunidade Canção Nova movidos pelo apelo de Monsenhor Jonas Abib aos jovens que, entusiasmados e tocados pela graça de Deus, descobriram de maneira nova a pessoa de Cristo e sentiram necessidade de a Ele se entregar. Nosso pai fundador afirma: “A escolha de Deus nos precedeu. Hoje, estamos na Canção Nova, porque Ele nos escolheu primeiro. O que fizemos foi corresponder à Sua escolha. Outros virão um após outro, porque Deus já os escolheu e os destinou para compor esta “companhia de pesca” que é a Canção Nova. Assumimos com alegria e gratidão a nossa escolha. Acolhemos com respeito e responsabilidade a escolha dos que estão vindo”.

A escolha do Senhor nos precedeu, seu desejo é nosso sim

Crédito : Wesley Almeida

O desejo do Senhor na vida do consagrado

A Canção Nova não nasceu de um projeto humano, mas sim de uma iniciativa de Deus. Ao longo destes anos, os próprios fatos nos levam a acreditar assim. Como bem explica Monsenhor Jonas Abib, não houve um projeto anterior que nos precedeu e determinou nossa maneira de vida, nossa forma de evangelizar, nossa espiritualidade. Pelo contrário, a experiência de viver em comunidade tinha um único desejo: a perspectiva de nos dedicar a Deus e nos empenhar no Seu serviço. Com o passar do tempo, Deus, na sua Divina Providência, foi revelando pouco a pouco: o nosso chamado, nosso modo de vida, nossa realidade de consagrados, nossa missão…Tudo é graça! A docilidade sempre foi uma marca do nosso pai fundador, ele sempre esteve atento aos sinais de Deus para colher nos acontecimentos o que Deus nos destinava.

Nossa experiência de vida fraterna em comunidade é marcada pela riqueza do masculino e feminino em sadia convivência. Nossas vidas se entrelaçam e, unidos por vocação, homens e mulheres, jovens, casados e solteiros, sacerdotes e celibatários assumem, de forma integral, a missão de comunicar Jesus e a vida nova que Ele veio nos trazer. Nossa riqueza, segundo Monsenhor Abib, está em sermos uma comunidade de Amor, um corpo profético, onde todos assumem o compromisso de se conhecer, acolher, assumir e cooperar uns com os outros para que cada um seja, na Canção Nova, um dom, uma profecia que prepara um povo bem disposta para a segunda vinda de Jesus.

Leia Mais:
.:Como recomeçar diante a uma frustação?
.:Não vale a pena. Vale a vida!
.:Vocação, escolha amorosa de Deus
.:Atualmente, ainda existe vocação para o matrimônio?

Vai falar por mim!

Vale ressaltar o que expressa Monsenhor Jonas em seus escritos: “o próprio Senhor colocou nos nossos corações um impulso de urgência na missão de evangelizar os batizados no tempo presente. A Igreja que nos faz proclamar ‘enquanto vivendo a esperança, aguardamos a vinda do Cristo Salvador’ e nos leva a pedir, em cada Eucaristia: Vinde, Senhor Jesus, ela mesma suscita em nós a alegre expectativa do Senhor pela Sua segunda vinda. Esta realidade nós assumimos como palavra de ordem de Deus e da Sua Igreja”.

A realidade que nos deixa a viva responsabilidade de um contínuo “vigiai e orai, porque não sabeis em que horas virá o Senhor”, e a necessidade de zelar por este Estatuto e por toda a vida da Canção Nova, como aquele “servo fiel e prudente a quem o Senhor constituiu sobre os de sua família para lhes dar o alimento no momento oportuno (…). Bem-aventurado aquele servo a quem o Senhor, na sua volta, encontrar procedendo assim!” (Mt 24, 45-46). Desta forma, queremos renovar nosso sim a Deus no Carisma Canção Nova, este ano de forma especial, sem a presença física do nosso pai fundador, no desejo de fidelidade ao legado que ele nos deixou.

Maria, mãe e mestra da Canção Nova, ajude-nos a viver nossa consagração de vida com amor e fidelidade!


Vera Lúcia Reis

Missionária na Canção Nova, Vera Lúcia Reis é atualmente a Formadora Geral da Comunidade. Formada em Teologia, a missionária também possui pós-graduação em Gestão Eclesial.