Resgatada pela Cruz

A Cruz na qual Jesus se encontra, nos liberta

O cristianismo nos convida a olharmos para a Cruz de Jesus, diferentemente do que o mundo nos oferece. Eu passei por diversos caminhos do mundo. Muito cedo experimentei droga, sexo sem compromisso, adultério, impureza, bebedeiras, inveja, mentira, prostituição, e tudo isso me fez perder a vontade de viver.

Fui excluída da Polícia Militar (da qual fiz parte por 2 anos) pelo procedimento vulgar: homens casados, sexo, prostituição e o risco de uma gravidez indesejada. Se eu engravidasse nem teria como saber quem seria o pai, dada a intensa vida sexual que levava; convidaram-me, até mesmo, para fazer uma experiência numa casa de prostituição. Não tenho filhos e nenhum tipo de doença venérea, por misericórdia de Deus.

Certo dia eu estava num bar, bebendo muito, quando um rapaz se aproximou de mim e me falou de Jesus, que Ele é o único homem que me ama de verdade, que morreu na cruz por minha causa, que ressuscitou e que pode me fazer viver o outro lado da vida; disse ainda, que no dia em que eu me sentisse na pior mesmo, invocasse o nome Dele, e afirmou: -“Ele virá para te atender”.

Não demorou muito, logo me deparei com um vazio, uma angústia profunda, e a vontade era só de dar um fim em minha vida. E preparei tudo, o revólver, em seguida uma corda; desesperada, não sabia o que fazer, fim de semana, toda família se encontrava em casa. O banheiro era o lugar onde a luta entre a vida e a morte acontecia.

Dentro do banheiro, sentada no chão, chorava muito, a angústia e o desespero tomavam conta de mim. Comecei a imaginar minha mãe grávida, meu parto, minha infância, adolescência, juventude (e nem sabia o que era oração de cura interior), o que me trouxe o desejo de uma vida nova, da vontade de Deus para mim, de buscar as coisas de Deus, a Igreja, até me imaginei indo de casa para a igreja; tive uma visualização, eu estava com um hábito (vestes) de uma Carmelita, era marrom, e o sentimento dentro de mim era de pureza, saudade de Deus. Dei um salto dentro do banheiro e disse: ” Vou buscar a Deus, se Ele existe, Ele tem que acontecer em minha vida, Ele vai acontecer!”

Fui para a igreja, não havia ninguém lá dentro, estava só eu e Deus. Fui entrando, ajoelhei-me e comecei a gritar: “Deus não me deixe suicidar! Não Deus! Eu quero viver! Tira de mim esta coragem! Me dê vida!”

Olhei para a cruz, vi a imagem de Jesus nela. Eu já estava tomada pelas lágrimas e o temor do Senhor me envolvia. Fitando os olhos no corpo de Jesus na cruz, lembrei das palavras do rapaz naquele bar. “Se Tu És o único homem que me ama de verdade, se esta morte é por minha causa, se o Senhor Jesus ressuscitou, se está vivo, entra agora em minha vida e muda completamente minha vida e minha história! Veja, o que eu quero, Jesus, não é amanhã, quero agora, entra na minha vida, não sei o que é pregar a Tua palavra, falar do Senhor para as pessoas, mas quero isso, quero poder contar o que o Senhor fez em mim, o que foi o meu passado e o que é a minha vida contigo Jesus, eu quero isso na minha vida! Entra para ficar!” E batia forte no peito.

Neste momento tive um êxtase sobrenatural, minha vida encheu-se de sentido, não sei explicar. Foi algo muito forte. Vida dentro da minha vida. Fui possuída, fui tomada de um amor forte e inovador. Paz, alegria, temor… Tomei consciência de que tudo que havia feito antes era pecado. Imediatamente levantei, e levantei cheia do amor sobrenatural, foi uma experiência com Jesus, também sacramental, pois desejei confessar imediatamente.

Leia mais:
::Clame o Sangue de Jesus no tempo da tribulação
::Como devemos reconhecer Jesus no partir do pão
::Jesus é a nossa paz
::Anunciar o nome de Jesus enquanto esperamos a sua vinda

Participei, em seguida, da Santa Missa e tudo era muito lindo dentro de mim, uma vida sem igual, tinha encontrado o caminho da vida! Terminada a missa, não quis ir embora, participei do grupo de oração, onde todos louvavam, sorriam, eram os sorrisos mais lindos que eu vi em toda a minha vida! Expressavam a alegria que eu desejava dentro de mim!

Acredito que o Senhor colocou nos lábios das pessoas o sorriso Dele. Desejei sorrir, louvar, dançar, pregar, servir o Senhor como aquelas pessoas. Houve uma Palavra inspirada durante o grupo de oração: “Eu sou Jesus, sou o caminho a verdade e a vida. Você que anda errante, Eu sou o caminho, você que anda na mentira, Eu sou a verdade, você que pensa em se matar, em suicidar, Eu sou a vida! Eu te amo, Eu que te trouxe aqui, fica comigo! Eu te amo!”

Minha vontade era a de sair gritando naquela igreja, para testemunhar o que havia feito por mim o Senhor Jesus nesse primeiro dia de volta para Ele. Foi para mim aquela Palavra.

Confiante na promessa de Deus: “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, comecei a ler a Bíblia, o que muito me libertou. Ela foi e é um facho de luz para os meus passos. Conheci o valor da Santa Missa e passei a buscar a eucaristia todos os dias, também a confissão, pelo menos uma vez por mês, o jejum, que tem aberto para mim os reservatórios do céu. A oração do santo terço, a adoração ao Santíssimo Sacramento.

Fui aos grupos de oração para testemunhar, passei a evangelizar nas escolas, nas praças, em pequenos e grandes eventos, nas rádios, e na TV local. No dia do meu aniversário daquele mesmo ano recebi a visita de Nossa Senhora, ela entrou na minha vida de uma forma muito amorosa e tem me ajudado a ser perseverante. Maria é mãe e mestra, ela encaminhou tudo, até a mudança do número do telefone de minha casa, imediatamente.

Dez anos de vida nova, o Senhor Jesus continua a fazer maravilhas. O Senhor quis me realizar profissionalmente, sou radialista, gerente do departamento comercial de duas emissoras católicas de rádio.

Sou coordenadora de um grupo de oração, trabalho na recuperação de jovens que experimentaram, como eu, as ofertas do mundo. Toda segunda-feira acontece um grupo de oração na minha casa, que, antes, acreditem, era um bar onde se vendia bebida alcoólica na sala. Hoje é uma casa de oração!

Dez anos de vida nova! Vivo para testemunhar o Senhor. Procuro a cada dia ser o evangelho vivo, andando pelas ruas, sei que o caminho não está pronto, que a santidade acontece no caminhar. Mas não posso negar, o Senhor Jesus muito me tem santificado.

Como Maria Santíssima também posso dizer: ‘Minha alma glorifica ao Senhor e meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, porque em mim Ele fez maravilhas’! É promessa de Jesus derramar sobre nós o Espírito Santo para testemunhá-Lo até os confins do mundo. Hoje eu sou feliz de verdade, não dá mais pra voltar! A maior aventura que um homem pode experimentar é a do amor sobrenatural de Jesus.

// <!–

tinyMCE.init({
mode : “textareas”,
theme : “advanced”,
plugins : “flash,contextmenu”,
theme_advanced_buttons1 : “bold,italic,underline,separator,strikethrough,justifyleft,justifycenter,justifyright, justifyfull,bullist,numlist,undo,redo,link,unlink,image”,
theme_advanced_buttons2 : “cut,copy,paste,separator,fontsizeselect,separator,flash,separator,forecolor,backcolor,hr,separator,code”,
theme_advanced_buttons3 : “”,
theme_advanced_toolbar_location : “top”,
theme_advanced_toolbar_align : “left”,
theme_advanced_path_location : “bottom”,
extended_valid_elements : “script[language|type],a[name|href|target|title|onclick],img[class|src|border=0|alt|title|hspace|vspace|width|height|align|onmouseover|onmouseout|name],hr[class|width|size|noshade],font[face|size|color|style],span[class|align|style]”,
convert_urls:false
});
–>

 

Jaqueline Alves Lopes – Divinópolis/MG

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.