Insegurança

Ciúme é normal?

O ciúme é um sentimento que está em nosso interior. Todos podemos senti-lo em algum momento da vida

Você já sentiu ciúme ou se perguntou até que ponto esse sentimento está fazendo bem para você e para a pessoa com quem você namora? Até Deus sentiu ciúme de Seu povo, pois “o amou de maneira ciumenta” (cf. Dt 5,9). Porém, corremos o risco de interpretar essa passagem bíblica de maneira equivocada. Esse versículo tem como finalidade expressar a grandeza do amor de Deus por nós: um amor zeloso, cuidadoso e preocupado.

Foto: Constantinis by Getty Images

Muitos tentaram explicar esse sentimento. Alguns poetas costumam dizer que “o ciúme é o tempero do amor“. O fato é que gostamos de saber que a pessoa que amamos sente ciúmes de nós. Isso nos faz sentir amados e seguros, o que, no entanto, é um engano.

Alguns ramos da Psicologia afirmam que o ciúme “é uma reação frente a uma ameaça real ou imaginária, o risco de perder a pessoa amada. Ele expressa insegurança, ou mesmo projeções de experiências negativas vividas no campo da afetividade em outros relacionamentos ou ainda por imaturidade emocional ou baixa autoestima”.

Leia mais:
.: O que fazer para o namoro dar certo?
.: Como lidar com as brigas e os desentendimentos no namoro?
.: As palavras que se transformam em amor

O ciúme é um sentimento que está em nosso interior. Todos podemos senti-lo em algum momento da vida. Assim como os outros sentimentos que fazem parte do nosso cotidiano, é preciso aprender a lidar com ele, para que não domine as situações e venha a atrapalhar o relacionamento.

Para neutralizar os efeitos do ciúme, é preciso crescer na partilha dos sentimentos, da história e confiar. Deixando as desconfianças e medos, dando mais espaço ao zelo e ao cuidado.

Adelita Stoebel
Missionária da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.