confira!

Exercícios para a consagração e para a espiritualidade

Dentro do livro ‘Tratado da Verdadeira Devoção À Santíssima Virgem’, de São Luís Maria Grignion de Montfort, encontramos um caminho explicativo e claro sobre o assunto [consagração a Nossa Senhora]. Geralmente, aqueles que se propõem à consagração, pelo método de Montfort, procuram ler o livro, fazer os exercícios propostos para a consagração e, em um dia dedicado a Maria, combinam com o sacerdote para lerem e assinarem a folha da consagração. Isso varia e os detalhes estão ditos pelo próprio santo no tratado.

Cabe dizer a importância de ler e reler o livro. Eu conheci pessoas que se consagraram por embalo popular, mas nem sequer souberam sobre a devoção, nem sequer leram o livro ou, encontrando dificuldades, desistiram de ler. Quero aqui reforçar a necessidade da leitura e, claro, a dificuldade dela, porque se trata de coisas que nem sempre a nossa capacidade humana é capaz de compreender, são artigos de fé.

Exercícios para a consagração e para a espiritualidade

Foto ilustrativa: krisanapong detraphiphat by Getty Images

Exercícios espirituais propostos

Depois, é preciso ser fiel e viver de forma profunda os exercícios espirituais propostos. Não dá para simplesmente ler as orações e pronto, “cumpri o dever”. É preciso mergulhar no que são as práticas como em um retiro pessoal, um aprofundamento particular que se dá nessa intenção interior.

Somos convidados a doze dias iniciais de oração com o desejo profundo de nos desapegarmos do mundo. Essa intenção de desapego é importantíssima, sendo as orações um auxílio para pedir as graças. Logo após, dedica-se uma semana empenhada no conhecimento de si mesmo, e aqui esse é o foco em meio às orações propostas. Depois, uma semana procurando o conhecimento de Maria e mais uma semana no conhecimento de Jesus.

Juntamente com essas semanas existem orações que as acompanham, mas o principal é essa atitude interior de busca pelo desapego e conhecimento. Não alcançará grandes frutos quem simplesmente recitar as orações como um dever de casa, mas quem se empenhar nesses propósitos semanais irá crescer em santidade de modo aparente.

Interessante que esses exercícios interiores são as bases das promessas batismais: renunciar ao demônio e professar a fé. Eles também podem ser vivenciados constantemente e não somente quando as pessoas se preparam para a consagração. Podemos, de tempos em tempos ou sequencialmente, buscar o desapego do mundo, conhecimento de si mesmo, conhecimento de Maria e de Jesus. Isso seria uma grande riqueza para nossa vida espiritual. Dedicarmos a meditar nesses temas e pedir a Deus, por meio de Maria, as graças para crescermos em santidade.

banner-hollyspirit


Rafael Vitto

Rafael Vitto, natural da cidade de Cuiabá (MT), é membro da Comunidade Canção Nova desde 2015. Hoje, ele é seminarista e estudante da curso de Filosofia na Faculdade Canção Nova.

comentários