entenda

O exemplo da família ensina mais do que as lições

É importante que os pais façam a experiência de rezar em família diariamente. As famílias se preocupam em oferecer aos filhos boa educação, melhores escolas, boa alimentação, cuidados e tudo mais; não que isso não seja, de fato, muito importante. No entanto, desde seus primeiros anos de vida, as crianças precisam conhecer os elementos básicos da fé; e nada melhor do que os pais, que são as pessoas mais próximas neste tempo, para lhes ensinar. Aquilo que se aprende, no início da vida, nunca se esquece. Dar início a essa caminhada requer alguns passos.

Primeiro: dê o exemplo

O exemplo será sempre a melhor forma de ensinar. A criança aprende quando imita o pai e a mãe. Quando se fala em evangelização das crianças, o dia a dia da família ensina mais do que as lições. A oração diária, algumas músicas,
o sinal da cruz e a participação nas Missas aos domingos fará com que a criança aprenda rapidamente. Essa experiência ficará gravada como algo bom, uma rotina da vida familiar.

Segundo: não se esqueça de que são apenas crianças

Leve em consideração a espontaneidade dos pequenos. Nada deve ser imposto, tudo precisa ser feito de forma natural e simples, no tempo delas. Assim, o amor e o gosto pela Igreja vão sendo regados.

Terceiro: ajuda necessária

Para que todo esse caminho aconteça, podemos contar com a ajuda de pessoas que dedicam seu trabalho para facilitar a evangelização. Há mais de 30 anos, a Canção Nova desenvolve programas de rádio e televisão para as crianças. Esses conteúdos têm por objetivo proporcionar a elas, aos pais e educadores, conteúdo ético, social, moral e religioso de qualidade, destacando a experiência com o amor de Deus Criador e com o próximo. A equipe infantojuvenil da Canção Nova desenvolve ainda materiais educativos, como livros, CDs, DVDs, acessórios, revistas, mídias sociais e internet.

O exemplo da família ensina mais do que as lições

Foto ilustrativa: Bruno Marques/cancaonova.com

Família, aprenda como deve ser a oração das crianças

O Papa destaca ainda gestos muito delicados, como quando as mães ensinam os filhos pequenos a mandarem um beijo a Jesus ou a Nossa Senhora. Essa orientação está no livro Papa Francisco às famílias, os segredos para a conquista de um lar feliz: “Quanta ternura há nisso! Naquele momento, o coração das crianças se transforma em lugar de oração. E é um dom do Espírito Santo. Não nos esqueçamos nunca de pedir esse dom para cada um de nós, porque o Espírito de Deus tem aquele seu modo especial de dizer nos nossos corações: ‘Abá’ – ‘Pai’. Ele nos ensina a dizermos ‘Pai’ propriamente como o dizia Jesus, um modo que nunca poderemos encontrar sozinhos”.

Papa Francisco recorda que tudo depende da atitude que temos para com as crianças. Ele questiona se o que se ensina às crianças com as palavras é vivido por quem transmite a fé. “Com as palavras não serve… Hoje, as palavras não servem! Neste mundo da imagem, todos estes têm telefone e as palavras não servem. Exemplo! Exemplo!”, exorta o Papa.

O testemunho dos pais é muito importante para que os filhos tenham amor pela Palavra de Deus. É comum pai, mãe ou avós que ensinam as crianças a falar com o Papai do Céu e a pedir a Sua bênção, porém, essa oração não se torna relação ou experiência pessoal, fica naquele tipo de fé quase que folclórica. As crianças precisam ver sua família frequentando a Igreja, lendo a Bíblia, exercitando a caridade, dando bons conselhos e jamais fofocando, confessando seus pecados, rezando pelas pessoas que mais precisam do conforto que só a oração pode transmitir.

Ensinamentos do Papa Francisco

Algo bem positivo é ler para os filhos as leituras da Missa antes de ir à celebração, mesmo que seja por um momento breve. As crianças demonstram muito interesse por leituras, além de ser um excelente exercício para enriquecer o vocabulário delas.

“Rezem ao Senhor, rezem a Nossa Senhora, para que ajudem vocês neste caminho da verdade e do amor. ‘Vocês entenderam? Vocês vieram aqui para ver Jesus, de acordo? Ou deixamos Jesus de lado?’ (As crianças respondem: ‘não!’). Agora, Jesus vem ao altar. E todos nós O veremos! Neste momento, devemos pedir a Ele que nos ensine a caminhar na verdade e no amor”, ensina Papa Francisco.

Entre novembro de 2017 e abril de 2018, Papa Francisco dedicou quinze catequeses sobre a Santa Missa. Numa dessas reflexões, orientou como os pais devem ensinar o sinal da cruz aos seus filhos: “Viram como as crianças fazem o sinal da cruz? Não se sabe o que fazem, se é o sinal da cruz ou um desenho. Fazem assim [o Papa fez um gesto desajeitado]. É preciso ensinar bem as crianças a fazer o sinal da cruz. Assim começa a Missa, assim começa a vida, assim começa o dia. Isso significa que somos remidos com a cruz do Senhor. Olhem para as crianças e as ensinem a fazer bem o sinal da cruz.

Leia mais:
::Loja: produtos infantojuvenil
::Bíblia para crianças: em cada fase, um jeito novo de semear
::Como participar da Missa com crianças?
::Baixe o aplicativo da Canção Nova e tenha acesso a todos os conteúdos do portal cancaonova.com

Orações curtinhas

Veja bem, é importante rezar com as crianças. Se os pais rezam, vão à Missa, a criança vai aprendendo a participar de maneira natural. Abaixo, algumas orações curtinhas para rezar com as crianças.

“Com Deus me deito, com Deus me levanto, com
a graça de Deus e do Espírito Santo. Muito
obrigada (o) pelo dia de hoje. Amém”.

“Anjinho da Guarda, meu bom amiguinho, me
leve sempre pelo bom caminho. Amém”.
“Santo Anjo do Senhor, meu zeloso guardador, se
a ti me confiou a Piedade Divina, sempre me rege,
guarda, governa e ilumina. Amém”.

“São Rafael com Tobias, São Gabriel com Maria,
São Miguel com todas as Hierarquias, abri para
nós essas vias. Amém”.

“Meu bom Jesus, verdadeiro Filho da Virgem
Maria, acompanhai-me esta noite e
amanhã por todo o dia”.

“Em nome do Pai, do Filho e do
Espírito Santo. Amém”.

“Jesus, ajude-me a pensar bem, falar bem e
querer bem a todos. Amém”.

“Papai do Céu, dai-nos uma boa noite. Menino
Jesus, dai saúde à mamãe, ao papai, aos meus
irmãozinhos, avós e a todos nós. Acolhei no céu a
(dizer o nome de algum parente mais próximo
que tenha falecido). Amém”.

“Meu Deus, eu te ofereço todo este meu dia.
Ofereço ao Senhor os trabalhos e meus brinquedos.
Tome conta de mim, para que eu não faça nada
que O aborreça. Amém”.

“Meu Jesus, ajude-me, neste dia, a obedecer ao
papai e à mamãe e a não brigar com eles nem com
meus amiguinhos. Amém”.

“Senhor, eu Lhe agradeço por este alimento. Que
nunca falte a comida na mesa de todos. Amém”.
“Ó meu bondoso Papai do Céu, queremos
agradecer-Lhe pelo lanchinho que agora vamos
comer. Amém”.

“Jesus, vou para a escola como o Senhor também
foi. Que nada me aconteça no caminho. Quero
aproveitar bem as aulas. Quero aprender bastante.
Não se esqueça das crianças que não têm escola, e
abençoe os professores e as professoras. Amém”.

“Jesus, hoje vou ter provas na escola.
Estudei bas
tante, mas posso perder a calma
e esquecer tudo. 
Que o Espírito Santo me ajude
a sair bem em tudo. Ajude também meus colegas. Amém”.

“Senhor, hoje eu rezo pela minha mamãe. Que o
Senhor dê forças para ela viver este dia. Meu Jesus,
hoje minha mamãezinha está um pouco brava.
Peço que amanhã ela fique feliz.
Obrigado. Amém”.

“A noite vem, o sol já foi embora.
Jesus e Anji
nho da Guarda,
fiquem comigo nesta boa hora.

Livrem-me de todo medo da noite,
do medo de 
dormir. Protejam-me do mal
de sonhos ruins. Amém”.

Texto retirado do livro “Como participar da Missa com crianças“, de Rodrigo Luiz e Adelita Stoebel.

banner pais e filhos


Rodrigo Luiz dos Santos

Missionário na Canção Nova, Rodrigo é, atualmente, responsável de missão da Canção Nova em São Paulo (SP). Apresentador da TV Canção Nova, estudou Filosofia e formou-se em Jornalismo pela Faculdade Canção Nova. É casado com Adelita Stoebel, também missionária na mesma comunidade.

comentários