reflita

Só Deus pode operar milagres?

É preciso, antes, compreender o que é “milagre”. Segundo o dicionário bíblico, essa palavra vem do latim miraculum, que se aplica a qualquer acontecimento maravilhoso ou extraordinário. Com base no Cristianismo, nas Sagradas Escrituras, significa um ato de Deus, um sinal e manifestação da Sua vontade divina.

Percorrendo os textos dos Evangelhos, percebe-se que Deus interpela o ser humano e o ajuda a expressar um ato de fé em resposta à mensagem anunciada por Jesus. Desse modo, é possível dizer que milagres são sinais divinos que ocorrem unidos à Revelação de Deus à qual pertencem e que expressam. Sobre essa revelação divina, o Catecismo, número 53, ensina-nos que “o desígnio divino da revelação realiza-se, ao mesmo tempo, “por meio de ações e palavras, intrinsecamente relacionadas entre si” e esclarecendo-se mutuamente. Comporta uma particular “pedagogia divina”: Deus se comunica gradualmente ao homem e o prepara, por etapas, para receber a revelação sobrenatural que faz de Si próprio e que vai culminar na Pessoa e missão do Verbo encarnado, Jesus Cristo…”

Um alerta, portanto, é necessário: infelizmente, existem, em nosso meio, os falsos profetas que usam o nome de Jesus Cristo para fazer os seus ditos “milagres”, embora também têm os que agem declarada ou sutilmente em  favor do demônio, realizando prodígios e sinais, porém, para nos enganar: “E se então alguém vos disser: Eis, aqui está o Cristo; ou: Ei-lo acolá, não creiais. Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão sinais e portentos para seduzir, se possível for, até os escolhidos.” (cf. Mc 13,21-22).

Só Deus pode operar milagres?

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

O que são os milagres?

Nas Sagradas Escrituras (cf. 2 Ts 2,2-9), São Paulo instrui a comunidade a respeito do anticristo que tenta afastar o homem da verdade, que é Cristo; para isso, na sua ação demoníaca, operam sinais e prodígios, porém, são enganadores, ou seja, ao fazer supostos milagres, são de mentira.

No entanto, compreendemos os milagres de Jesus no contexto do Reino de Deus, que, ao inaugurá-lo, os milagres são um convite de adesão pessoal a Deus, e isso requer rompimento com o maligno: “Mas se é pelo Espírito de Deus que eu expulsos demônios, então, o Reino de Deus já chegou a vós” (cf. Mt 12,28). O Reino de Deus e os Milagres são realidades indissolúveis, isto é, característica fundamental nos milagres realizados por Jesus.

O poder do Espírito de Deus

Ao realizar milagres, Jesus os faz no poder sobrenatural do Espírito Santo de Deus, deixando claro que jamais foi, é ou será resultado de quaisquer técnicas ou da ação de satanás ou anjos (como magia).

Leia mais:
.: Por que algumas pessoas alcançam milagres e outras não?
.: Deus realiza um milagre na nossa vida
.: Você sabe que o amor de Deus é o Espírito Santo em nós?
.: A importância de nascer do Espírito Santo

O Catecismo, no número 2003, esclarece-nos que os milagres se manifestam de várias maneiras conforme os desígnios de Deus, e uma delas é por meio dos carismas: “As graças especiais, chamadas também “carismas”, segundo a palavra grega empregada por São Paulo, significa favor, dom gratuito, benefício. Seja qual for seu caráter, às vezes extraordinário, como o dom dos milagres ou das línguas, os carismas se ordenam à graça santificante e têm como meta o bem comum da Igreja.”

Fé sobrenatural

Enfim, os milagres são atribuídos a Deus e se manifestam de vários modos, porém, para se realizarem precisam da fé sobrenatural: “Em verdade, vos declaro que, se tiverdes fé e não hesitardes, não só fareis o que foi feito a esta figueira, mas ainda se disser­des a esta montanha: Levanta-te daí e atira-te ao mar, isso se fará…*”(cf. Mt 21,21). Para isso, é preciso manifestar os desejos e as intenções a Deus por meio da oração, seja ela dirigida pelo crente ou por alguma pessoa que pede o  milagre a Deus em favor de alguém.

Referências:
https://biblia.com.br/dicionario-biblico/m/milagre/
https://www.bibliacatolica.com.br/
http://catecismo-az.tripod.com/conteudo/a-z/m/milagres.html

banner espiritualidade


Nilza e Gilberto Maia

Nilza e Gilberto Maia são casados, jornalistas e missionários de dedicação integral na Comunidade Canção Nova.

Nilza é membro da comunidade desde 1999; e Gilberto, desde 2000. Nilza é graduada em Comunicação Social pela UFMT e pós-graduada em counseling pelo IATES/Curitiba. Gilberto também é counselor pelo IATES/Curitiba e graduado em Gestão Comercial.

Ambos atuaram em suas próprias paróquias nas pastorais, movimentos e ações sociais. O casal viveu em Portugal por sete anos, onde realizaram a missão diretamente no Santuário de Fátima, através de transmissões diárias, para a TV, da Eucaristia e da Oração do Rosário da Capelinha das Aparições.

O casal é autor dos livros: ‘Mística de Fátima e ‘Rezar com Mãe’. Atua também no apostolado como anunciadores da Palavra de Deus, e na formação e acompanhamento de casais.

comentários