As palavras da Palavra

Como ser receptor e emissor da mensagem de Deus

Para entender a mensagem de Deus é preciso uma leitura consistente da Palavra

“Ouvindo o homem e sua mulher os passos de Deus, que andava pelo jardim quando soprava a brisa do dia, esconderam-se de Sua presença entre as árvores do jardim. Mas Deus chamou o homem, perguntando: “Onde está você?” (Gn 3,9). Esse trecho do livro de Gênesis pode nos inspirar, em um único versículo, a refletir sobre a relação íntima entre o homem e Deus. A leitura nos leva a questionar: por que seria necessário que Deus, Onipotente, Onipresente e Onisciente, perguntasse onde estaria Adão? Já não deveria Ele saber? Vamos refletir sobre a passagem.

Como ser receptor e emissor da mensagem de Deus

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

O trecho narra o primeiro contato do homem com Deus após o pecado original. Note que a primeira reação do homem pecador diante de Deus é esconder-se. É, então, que o Senhor chama pelo homem, perguntando onde ele está. Mas não é o local físico, Ele não questiona o esconderijo do homem, mas procura, em Adão, a Sua obra, o ser puro e livre do pecado. Esse questionamento se traduz no fundamento da vontade de Deus para conosco: que o homem seja Sua imagem e semelhança, livre do pecado.

A leitura e interpretação da Bíblia não pode ser superficial. É necessária a reflexão, palavra por palavra, para que possamos entender o sentimento de cada uma das pessoas e o momento na história da criação em que se passa a narrativa. No trecho que analisamos, é preciso compreender um homem que não tem consciência do pecado, não havia, até então, nada que decepcionasse a vontade de Deus. Esse homem, consciente de sua desobediência, tenta se afastar do Criador. Deus, por Sua vez, procura aquele a quem deu a vida, o homem a quem deu Seu jardim, para que cuidasse e cultivasse. Mas há ali um homem pecador e envergonhado. Onde estaria a criação pura? Esse é o questionamento de Deus para Adão.

No livro de Neemias, no Antigo Testamento, lemos que o povo se reunia, louvava a Deus e ouvia a leitura da Palavra. Mas não era uma leitura superficial: “liam o livro da Lei de Deus, traduzindo-o e dando explicações, para que o povo entendesse a leitura” (Ne 8,8). Isso porque cabe ao homem de coração sereno receber a mensagem de Deus através da leitura bíblica. É preciso acalmar os ânimos, afastar os pensamentos tribulados do cotidiano, louvar a Deus e fazer a leitura, como receptor da Palavra e não mero ouvinte.

Esse é o primeiro artigo da série “As palavras da Palavra”, com a singela missão de despertar nos cristãos o sentimento íntimo de tornar-se receptor e emissor da mensagem de Deus. A missão evangelizadora da Igreja, o ministério da Palavra, a reflexão particular do texto bíblico e a reflexão por grupos de oração serão temas dos próximos artigos.

Deus nos acompanhe e ilumine. Assim seja!

Referências:

BÍBLIA SAGRADA. Tradução da CNBB, 18 ed. Editora Canção Nova.


Luis Gustavo Conde

Advogado com atuação na área de Direito de Família e Direito Bancário. Professor de cursos técnicos. Catequista no Santuário de Nossa Senhora Aparecida em Ribeirão Preto/SP. Palestrante focado na doutrina cristã. Contato: lg.conde@icloud.com Twitter: @luisguconde

comentários