Retiro Popular - Dia 11

Com frequência nos deparamos com situações semelhantes ao encontro de Jesus com a mulher adúltera.
Tantas vezes espremidos entre a condenação do mal e a misericórdia. Como as enfrentamos?
Com o silêncio, com deixar de lado? Jesus perdoa, e perdoa levando a sério a mulher, sem diminuir o erro cometido e dizendo-lhe para não pecar
mais. Ele não veio para condenar, mas para salvar; não veio para dar a morte, mas a vida.

“Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso,nenhum mal eu temerei, estais comigo”.

Dn 13,1-9.15-17.19-30.33-62
Sl 22 (23),1-3a.3b-4.5.6 (R/. 4a)
Jo 8,1-11

 

Roteiro diário

Oração: Reze esta oração, composta pelo papa Paulo VI. Pouco a pouco, você saberá repeti-la com calma e ser acompanhado por ela muitas vezes durante o ano.

Ó Espírito Santo, dai-me um coração grande, aberto à vossa silenciosa e forte palavra inspiradora, fechado a todas as ambições mesquinhas, alheio a qualquer desprezível competição humana, compenetrado do sentido da santa Igreja! Um coração grande, desejoso de se tornar semelhante ao coração do Senhor Jesus! Um coração grande e forte para amar a todos, para servir a todos, para sofrer por todos! Um coração grande e forte, para superar todas as provações, todo tédio, todo cansaço, toda desilusão, toda ofensa! Um coração grande e forte, constante até o sacrifício, quando for necessário! Um coração cuja felicidade é palpitar com o coração de Cristo e cumprir, humilde, fiel e firmemente a vontade do Pai. Amém.

Leitura orante da Palavra de Deus: Leia o texto indicado para cada dia, escolhendo o Evangelho do dia ou uma das leituras indicadas pela Igreja.

Gestos penitenciais: Três práticas acompanham nossa Quaresma: a oração, a penitência ou jejum e a caridade. Acolha nossas propostas e exercite a criatividade, descobrindo e atualizando estas práticas em sua vida diária.

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.