saiba

Como lidar com a intolerância à lactose

A intolerância à lactose é uma dificuldade digestiva/absortiva temporária ou definitiva ao leite de vaca e aos derivados. A lactose é um dissacarídeo presente nos leites dos mamíferos, que costumamos chamar “açúcar” do leite.

Essa intolerância acontece pela deficiência ou redução da enzima lactase, que é produzida no intestino delgado, sendo ela responsável por decompor e absorver esse dissacarídeo. Então, a lactose fica intacta no intestino; e como não aconteceu a absorção, aumenta assim o transito intestinal e ocorre também a fermentação das bactérias presentes no cólon. Daí, vem as principais queixas da pessoa: dor abdominal, náusea, distensão intestinal, diarreia, ruídos, flatulência, sensação de plenitude gástrica (empachamento) e outras manifestações clínicas.

Como lidar com a intolerância à lactose

Foto ilustrativa: Bruno Marques/cancaonova.com

O diagnóstico é feito pelo médico por meio de exames laboratoriais e da história clínica do paciente. Segundo os especialistas, a intolerância se classifica em três tipos:

Intolerância à lactose primária: é mais comum desenvolver em pessoas adultas.
Intolerância secundária: consequência de alguma doença como crhon, doença celíaca, diarreia causada por gastroenterites e outras.
Intolerância congênita: quando já nasce com ela.

Agora que descobri a intolerância, como devo me alimentar?

A dieta para a intolerância consiste em excluir ou diminuir os alimentos que contêm lactose: leite, creme de leite, leite condensado e leite em pó. Uma coisa importante é ficar atento aos rótulos dos alimentos, pois se tiver soro de leite e sólidos de leite, é bom evitá-los.

No mais, a dieta e a vida seguem normalmente! Quem já está acostumado a comer frutas, verduras e legumes, continuem a comê-los. Quem não tem o hábito de ingerir esses alimentos, é bom adicioná-los ao dia a dia, pois são ricos em nutrientes, principalmente cálcio, que é uma preocupação quando se tira o leite e seus derivados.

– Pra você que gosta de bolos, cujas receitas vão leite, pode substituir por leite de coco, que vai ficar uma delícia!;
– Prefira os sorvetes de frutas;
– E pra quem quer continuar a comer os alimentos normalmente, a indústria farmacêutica criou a suplementação de lactase, uma ajuda para quando estiver fora de casa ou quando for a uma festa. Há suplementação em sachês e cápsulas. A quantidade vai depender do grau da intolerância, e quem vai dizer isso é o seu médico.

Mesmo com a intolerância à lactose é possível levar uma vida saudável e equilibrada.

banner amizade


Michele Barros

Michele Barros é membro da Comunidade Canção Nova. Nutricionista, atua no Posto Médico Padre Pio.

comentários