Oitava de Páscoa

A nova criação em Cristo

A vós me dirijo, crianças recém-nascidas, pequeninos em Cristo, nova prole da Igreja, beleza do Pai, fecundidade da Mãe, rebento santo, multidão renovada, flor da nossa honra e fruto do nosso trabalho, minha alegria e coroa, a todos vós que permaneceis firmes no Senhor. É com palavras do Apóstolo que vos falo: “Revesti-vos do Senhor Jesus, e não satisfaçais os desejos da carne, nas suas concupiscências, para que vos revistais da vida que vos foi comunicada no sacramento.

Batismo de Cristo

Todos vós que recebestes o Batismo de Cristo fostes revestidos de Cristo. Não há judeu nem grego, não há escravo nem livre, não há homem nem mulher: todos vós sois um só em Cristo. Nisto está a eficácia do sacramento: é o sacramento da vida nova, que começa no tempo presente pela remissão de todos os pecados passados e atingirá a sua plenitude na ressurreição dos mortos.

Fostes sepultados com Cristo pelo Batismo na sua morte, para que, assim como Cristo ressuscitou dos mortos, também vós caminheis numa vida nova. Agora, caminhais pela fé, vivendo neste corpo mortal como peregrinos longe do Senhor. Mas o vosso caminho seguro é aquele mesmo para quem vos dirigis, Jesus Cristo, que Se dignou fazer-Se homem por amor de nós. Para os seus fiéis, Ele tem preparado um grande tesouro de felicidade, que há-de revelar e comunicar em plenitude a todos os que n’Ele esperam, quando recebermos em realidade aquilo que recebemos agora só em esperança.

Oitava de Páscoa

Hoje, é o oitavo dia do vosso nascimento. Hoje, completa-se em vós o sinal da fé, que, entre os antigos patriarcas, se realizava pela circuncisão da carne, no oitavo dia do nascimento segundo a carne. Assim, também o próprio Senhor, ao ressuscitar, despojando-Se da mortalidade da Sua carne e revestindo-se de um corpo não diferente, mas imortal, consagrou, com a Sua Ressurreição, o «dia do Senhor», que é o terceiro depois da Sua Paixão, mas, na contagem semanal dos dias, a partir de sábado, é o oitavo, e coincide com o primeiro da semana.

Por isso, também vós participais no mesmo mistério, não ainda na realidade perfeita, mas na certeza da esperança, porque recebestes a garantia do Espírito: Se ressuscitastes com Cristo, saboreareis as coisas do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus; procurai as coisas do alto e não as da terra. Porque vós morrestes, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. Quando Jesus, vossa vida, manifestar-se, então, também vós vos haveis de manifestar com Ele na glória.

Dos Sermões de Santo Agostinho, bispo (Sermão 8 na oitava da Páscoa 1, 4: PL 46, 838. 841) (Sec. V)

banner formacao

comentários