Retiro popular - 5ª semana - Dia 14

Retiro Popular – 5ª Semana da Quaresma
Leia o direcionamento para esta semana – Vida em Comunidade – Igreja


O mistério pascal de Jesus é o ato de obediência e amor ao Pai e de entrega por todos seus irmãos. Com esse ato, o Messias doa plenamente aquela vida que oferecia nos caminhos e aldeias da Palestina. Por seu sacrifício voluntário, o Cordeiro de Deus oferece sua vida nas mãos do Pai, que o faz salvação ‘para nós’.
Pelo mistério pascal, o Pai sela a nova aliança e gera um novo povo que tem por fundamento seu amor gratuito de Pai que salva”. Este povo é a Igreja, querecebeu de Jesus a missão de anunciar o seu mistério de morte e ressurreição, a vida plena para todos”.
É a convicção que conduz a Igreja em sua missão, da qual todos participamos: “Nossa alegria, portanto, baseia-se no amor do Pai, na participação no mistério pascal de Jesus cristo que, pelo Espírito Santo, faz-nos passar da morte para a vida, da tristeza para a alegria, do absurdo para o sentido profundo da existência, do desalento para a esperança que não engana.
Esta alegria não é um sentimento artificialmente provocado nem um estado de ânimo passageiro. O amor do Pai nos foi revelado em Cristo, que nos convida a entrar em seu reino. Ele nos ensinou a orar dizendo ‘Abba, Pai’”.

Para a última semana de nosso Retiro Popular, as leituras oferecidas pela Igreja são preciosas, pois nos conduzem a viver como ressuscitados, homens e mulheres que receberam a graça de uma vida nova, na verdade e na santidade.

Oração ao Divino Espírito Santo, para iniciar a leitura orante da Palavra de Deus na quinta semana da Quaresma:

“Aqui estamos, Divino Espírito Santo, aqui estamos detidos pela crueldade do pecado, mas especialmente reunidos em vosso nome. Vinde a nós, ficai conosco e dignai-vos a entrar em nossos corações. Ensinai-nos o que devemos fazer e por onde caminhar; mostrai-nos o que devemos executar, a fim de podermos, com vosso auxílio, agradar-vos em tudo. Só vós inspirais e levais a realizar nossos propósitos, só vós, que possuís com Deus Pai e seu Filho um nome glorioso. Não permitais que sejamos perturbadores da justiça, vós que amais a eqüidade em tudo. Que a ignorância não nos arraste para o mal, não nos dobre a adulação, não nos corrompa a acepção de pessoas ou de cargos. Mas associai-nos a vós eficazmente pelo dom de vossa graça, para que sejamos um em vós e por nada nos desviemos da verdade. Unidos em vosso nome, conservemos em tudo a justiça temperada pela misericórdia. E assim nossas resoluções em nada se apartem de vós e consigamos no futuro o prêmio eterno por todo o bem que fizermos. Amém”.

As leituras da quarta semana da Quaresma são indicadas para nossa oração pessoal, a ser feita segundo o roteiro da leitura orante da Palavra de Deus.

Dia 14 de março, 5ª Semana da Quaresma:

E muitos, ali, acreditaram nele.
Jeremias 20,10-13; João 10,31-42.

Prepare o ambiente exterior e interior, avivando a fé e invocando o Espírito Santo:
a) lê-se, em primeiro lugar, uma passagem da Escritura;
b) segue-se um tempo de meditação, que é um aprofundamento do sentido do que se leu, apelando à inteligência, à memória, à imaginação e ao desejo, eventualmente com a partilha da palavra;
c) à medida que se vai escutando o que Deus diz, o fiel responde com a oração, que pode ser de arrependimento, de ação de graças, de intercessão, de súplica ou de louvor;

Ouça e faça o retiro deste dia com a gente

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.