É preciso ter ânimo

Quando sentimos desejo de mudar de vida, fazendo opções diferentes das que o mundo nos oferece, é bem possível que sejamos alvo de críticas por parte de pessoas que nos cercam.

Talvez digam que somos hipócritas, fora de moda, carola, e tantos outros adjetivos para ilustrar a forma de aprofundar nossa vida cristã. Podem até dizer que escondemos alguma frustração ou tentamos fugir delas, buscando compensação na religião. Há ainda, quem tente convencer-nos de que nossas opções são ridículas.

Não se impressione com isso. Não desanime.
É verdade que nem sempre é fácil agir diferente dos outros e, assumir nossa opção por uma vida nova, estar neste mundo sem pertencer a ele.

Acho engraçado como às vezes algumas pessoas ficam a noite inteira sob a influência de drogas, bebidas e orgias e ninguém, em nome da liberdade, as censura. Porém, se o nosso interesse é pela religião, corremos o risco de agredir por isso. Um fim de semana de retiro, uma viagem a um santuário religioso, reunir amigos para um momento de oração, pode se tornar motivo de zombaria.

Mas o Senhor amou este mundo…

Amar o mundo porém, não significa aceitar tudo o que nele se faz. Jesus foi criticado exatamente porque suas opções incomodavam. Diziam que era glutão, parasita, que não respeitava as leis judaicas. Sua resposta era, no entanto sempre firme e decisiva. Ele não se deixava levar pelas críticas.

É preciso ter ânimo quando formos incompreendidos, criticados e até rejeitados por aqueles que esperávamos que nos aceitassem.
É preciso ter ânimo quando nos vemos diante do desafio de testemunhar com a nossa vida a opção pelo Senhor do mundo e não pelo mundo.
É preciso ter ânimo, quando nos sentimos sozinhos, fracos, vulneráveis na nossa caminhada.
É preciso ter ânimo quando não alcançamos os resultados esperados na evangelização.
É preciso ter ânimo quando caímos e nos deparamos com nossa humanidade tão imperfeita.

A montanha pode parecer extremamente alta e íngreme, mas o Senhor é o nosso consolo e nosso socorro.
“Para os montes levanto os olhos, de onde me virá socorro? O meu socorro vem do Senhor”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.