Vocação "Pena" e Vocação "Peteca"

Não posso negar que nos últimos dias tenho vivido um encontro com dores de muitos e com as minhas próprias dores. Sofrer não é fácil… E, creio que você já sabe disso por experiência própria.

Só que, muitas vezes, o sofrimento vem tão de graça que não dá nem para compreender o porquê de eu estar sofrendo.

Esta semana eu estava no meu trabalho, quando de repente fui visitado por uma notícia terrível. Fiquei meio sem reação na hora. E, diante dos fatos e da gratuidade daquele sofrimento, só me restava ficar quieto e aguardar em Deus que aquela dor passasse.

Não era uma atitude passiva, mas uma atitude de esperar em Deus e silenciar. Era o tal do “espere”, que, muitas vezes, somos obrigados a viver por pura pedagogia divina.

E aí… Revendo minha vida e como o sofrimento vinha me visitar, inevitavelmente veio uma tentação em minha cabeça de me comparar com os outros e ver que tem gente que passa pela vida que nem pena: vai voando ao sabor dos ventos, leve, aparentemente livre e sempre tranqüila.

Percebi que eu era que nem peteca… A pedagogia de Deus comigo era de tapa em tapa.

Não que Deus quisesse me bater ou me fazer sofrer. Mas por questão de temperamento percebi que eu só “pego no tranco”. Que nem aqueles carros velhos: tem que jogar ladeira a baixo para ver se anda (é só uma analogia, não repita isso… é perigoso demais!).

Tem gente que é pena… Só que tem gente que é peteca.

Quando percebi que sou uma “Vocação Peteca”, logo a primeira palavra que me veio à cabeça foi: Superação.

Deus dá aos “petecacionados” um grande poder de superação.
Não pelas próprias forças. Mas pela força do Espírito Santo. O verdadeiro Advogado para os sofredores que não sabem porque sofrem.

Diga-se de passagem, não devemos nos preocupar no porquê do sofrimento, mas sim no para quê estamos sendo formados na dor.

Se você também for peteca, saiba que Deus o ama e o fará forte para suportar e poder ajudar também os outros.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.