Sujeitos das Pastorais Mãos que Evangelizam

“Todos os membros do povo de Deus são sujeitos de inteira ação eclesial, podendo atuar com modalidade e competência distintas, com força de carismas e ministérios diferentes”.

Não somente o testemunho de suas vidas, mas também pelas atividades que podem desenvolver segundo suas possibilidades, as pessoas deficientes são sujeitos ativos das pastorais. Elas mesmas podem comunicar ‘o tesouro da fé’ e guiar todos ä comunhão com o Pai em Jesus por meio do Espírito.

Também a elas, como a todos os batizados, foi confiado o mandato de Cristo: “Ide, pois, ensinai a todas as nações; batiza-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos ordenei” (Mt 28,19-20).

“Anúncio, testemunho, ensinamento, sacramentos, amor ao próximo, fazer discípulos: todos esses aspectos são caminhos e meios para a transmissão do único Evangelho e constituem os elementos da evangelização” (Diretório Geral da Catequese).

Assim se faz a evangelização dos surdos… Corramos para a frente e lembremos: Deus nos fez filhos ativos e criativos. Construamos juntos a história da evangelização dos deficientes. Eles têm o direito de conhecer o mistério da fé.

Pe. Delci, (Pequena Missão para Surdos)

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.