Mil e mil vozes clamam por São José

Ao lado da devoção a Jesus e a Maria devemos ter a de São José, pois eles estiveram sempre juntos. Esta devoção sólida, pois a Santa Igreja sempre a recomendou aos seus filhos; Os Papas a recomendaram incansalvemente aos fiéis; os santos doutores da Igreja propagam e aconselham a sua prática.

Os que têm a ventura de abraçá-lo, logo sentem seus maravilhoso efeitos. Caminham de virtude, de graça, até atingir um elevado grau de perfeição. Mil e mil vozes, em todo o mundo, proclamam os benefícios ilimitáveis desta devoção. “Não sabeis que sou todo de São José”, dizia São Francisco de Sales , na hora da morte.

São José, sendo um pai de bondade e misericórdia, não se deixa vencer em amor e liberdade. Vendo que alguém se lhe entrega plenamente, para honrá-lo e servi-lo, protege-o duma maneira inefável.

Cumula seus devotos de sua graças, reveste-os de seus merecimentos, esclarece-os com suas luzes, prodigaliza-lhes o apoio de seu patrocínio. Esta devoção, tal como a de Maria Santíssima, é um caminho fácil para chegarmos até Deus, pois o percorremos com segurança, tranquilidade e doçura.

É o caminho curto e perfeito, pois quem é guiado por São José não se desvia avança sem cair, sem recuar, a passos gigantes em direção a Deus. É o caminho seguro trilhado por Jesus e pelos santos, e quem o seguir não vai ficar decepcionado.

Como o pai da bondade ele ama filhos ternura incomparável, os conduz com firmeza, protegendo-os em todas as adversidades, e intercede por eles em qualquer dificuldade, obtendo-lhes as bênçãos do pai celestial.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.