Divina Misericórdia

A Misericórdia Divina de Deus está sempre disponível, visto que o Seu plano e desejo é ter misericórdia de todos nós. Ele quer que ninguém escape ao Seu coração Misericordioso.

Devido ao nosso livre-arbítrio, podemos frustrar o seu plano, não aceitando o Seu amor. A misericórdia de Deus é como o sol. Ele está sempre sobre nós, mas podemos optar por fugir do seu calor e da sua luz escondendo-nos na fria escuridão das nossas próprias cavernas. Deus nos ama, não importa o que façamos, e está sempre pronto a perdoar. Então, nesse sentido, não podemos jamais escapar da realidade da Sua misericórdia.

Mas, infelizmente, podemos rejeitá-la. Podemos continuar até o fim rejeitando a grande misericórdia de Deus, recusando-nos a aceitar o amor e o perdão que Ele nos oferece, resistindo aos Seus constantes esforços de trazer-nos de volta a Ele.

Para aqueles que escolhem a justiça de Deus, em vez de a misericórdia que Ele deseja conceder, as palavras “sem escapatória” assumem um significado diferente. Eles escaparam da Sua misericórdia recusando-se a aceita-la, e para eles não haverá escapatória da Sua justiça, não haverá escapatória da sua auto-imposta prisão do pecado e das trevas.

“Sou três vezes Santo e abomino o menor pecado. Não posso amar uma alma manchada pelo pecado, mas, quando se arrepende, não há limites para minha generosidade com ela. A minha misericórdia a envolve e a justifica. Com a Minha misericórdia persigo os pecadores em todos os seus caminhos, e o Meu coração se alegra quando eles voltam a Mim. Esqueço as amarguras com que alimentaram o Meu coração e alegro-Me com a volta deles.

Diz aos pecadores que ninguém escapará ao meu braço. Se fogem do Meu misericordioso Coração, hão de cair nas mãos da Minha justiça. Diz aos pecadores que sempre espero por eles, preciso atenção ao pulsar dos corações deles, para ver quando batem por Mim. Escreve que falo a eles pelos remorsos da consciência, pelos malogros e sofrimentos, pelas tempestades e raios; falo pela voz da Igreja e, se menosprezarem todas as Minhas graças, começarei a Me zangar com eles, deixando-os a si mesmos, e dou-lhes o que desejam”.

(Jesus a Santa Faustina)

Devocionário à Divina Misericórdia

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.