Deus criou o homem à sua imagem

Diz o Livro Sagrado que ‘Deus criou o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou, homem e mulher os criou’ (Gen 1,29).

O que quis dizer a Sagrada Escritura ao afirmar que o homem foi criado à imagem de Deus? Santo Tomás diz que o homem foi criado à imagem de Deus, porque é dotado de inteligência. Além disso, de todas as criaturas visíveis, somente o homem é ‘capaz de conhecer e amar seu Criador’, como ensina o II Concílio do Vaticano (GS, 12,3). E acrescenta que é ele ‘a única criatura que Deus quis por si mesma’ (GS,24,3).

Somente o homem é ‘chamado a compartilhar, pelo conhecimento e pelo amor, a vida de Deus’ (Catecismo da Igreja Católica, 356). Nisto está a dignidade única da criatura humana.

Por ser imagem de Deus, o homem é pessoa, isto é, é capaz de conhecer a si mesmo, de possuir-se, de doar-se, de entrar em comunhão com outras pessoas. Ser homem é ser para o outro. É ser com. Ser com alguém.

Além disso, pela graça divina o homem é chamado a uma aliança com seu Criador. É chamado a responder-lhe por um ato de fé e de amor.

Todos os homens e mulheres são uma só raça, a raça humana. Há uma unidade do gênero humano. Embora haja uma variedade de pessoas, de culturas, de povos, somos todos irmãos.

Não há, pois, raças superiores e raças inferiores. Brancos, pretos ou amarelos, todos os homens têm a mesma dignidade. O racismo é uma ofensa à dignidade única de cada pessoa humana.

Cada homem tem uma alma e um corpo. A criatura humana é, ao mesmo tempo, corporal e espiritual.

O princípio espiritual de cada criatura humana é chamado comumente de alma. É a alma que, particularmente faz com que o homem seja a imagem de Deus. Mas, o corpo também participa da dignidade de ‘imagem de Deus’. Porque, o corpo humano é animado pela alma espiritual e é a pessoa humana – corpo e alma – que é chamada a tornar-se Templo do Espírito Santo.

No homem, o corpo não está ao lado da alma. Mas, há uma união profunda da alma com o corpo.

A Igreja ensina que a alma espiritual é diretamente criada por Deus. Não é produzida pelos pais. Somente o corpo é gerado pelos pais. Ensina também que a alma é imortal. Não morre quando se dá a separação do corpo na hora da morte. E a alma se unirá, um dia, ao corpo na ressurreição final.

Dom José Freire Falcão
Cardeal Arcebispo de Brasília – DF

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.