Desenvolvimento infantil

Quais os cuidados com a alimentação das crianças?

Uma boa alimentação é fundamental para a saúde da criança

Já ouvimos falar muito sobre a importância de uma boa alimentação. Mas por que é tão importante cuidarmos com bastante atenção da alimentação dos nossos pequenos?

O cuidado com as práticas alimentares adequadas na infância são essenciais, pois elas tendem a se manter como bons hábitos ao longo da vida. Desse modo, podemos evitar ou diminuir o aparecimento de problemas de saúde na adolescência ou idade adulta, contribuindo assim para uma vida saudável.

Quais os cuidados com a alimentação das crianças

Foto: Arquivo CN/cancaonova.com

Que alimentos dar em cada fase?

Cada fase da infância exige uma atenção específica dos pais e cuidadores quanto à alimentação. Então, vamos conhecer melhor cada uma dessas fases:

– Primeiros dois anos de vida: a alimentação, principalmente no primeiro ano, é fator determinante na saúde da criança e na formação da sua imunidade. As fases iniciais do desenvolvimento humano são influenciadas por fatores nutricionais e metabólicos, os quais contribuem para a saúde até na vida adulta.

– Fase pré-escolar (2 a 7 anos): Nessa fase, a criança desenvolve ainda mais a capacidade de selecionar os alimentos a partir de sabores, cores, experiências sensoriais e texturas, sendo que essas escolhas vão influenciar seu “estilo” alimentar futuro.

Nessa faixa etária, as escolhas alimentares da criança sofrem intensas influências dos hábitos alimentares da família. A formação da preferência infantil pode, então, decorrer da observação e imitação dos alimentos escolhidos por familiares ou outras pessoas que convivem em seu ambiente.

Dica importante

As crianças dessa faixa etária podem apresentar uma relutância em consumir alimentos novos (neofobia). Para que esse comportamento se modifique, é necessário que ela prove o alimento de oito a dez vezes – em diferentes momentos e diversos tipos de preparação –, mesmo que em quantidades mínimas. Somente dessa forma ela conhecerá o sabor e poderá estabelecer seu padrão de aceitação.

– Fase Escolar (7 a 10 anos): Essa fase é caracterizada por um período de crescimento e necessidades energéticas elevadas, porque a criança tem um aumento de apetite, sentindo mais fome que na fase anterior. Como elas já estão adaptadas aos costumes alimentares da família, é essencial reforçar a importância de uma alimentação saudável e equilibrada, pois isso vai refletir na saúde da criança da mesma forma.

É comum nessa idade a diminuição na ingestão de leite, e com isso uma limitação na quantidade de cálcio ingerida. Por isso é necessário atenção por parte dos cuidadores, para compensar a falta da ingestão de leite com outros alimentos.

Podemos dizer, portanto, que uma boa dieta é fundamental para a saúde da criança, visto que, dentro de cada fase, ela ajuda no desenvolvimento dos dentes e ossos, músculos e tecidos, além de proteger contra várias doenças.

Nutrientes

Veja no quadro abaixo a relação dos nutrientes mais importantes para o crescimento da criança:

Ferro: Nessa fase, pode ocorrer deficiência de ferro, pois seu consumo é escasso e a necessidade alta. Alimentos ricos em vitamina C facilitam a absorção de ferro se consumidos simultaneamente às fontes naturais do nutriente (peixe ou carne).

Cálcio:  Essencial para o desenvolvimento dos ossos e dentes, é encontrado no leite e seus derivados.

Vitamina A: Essencial para uma pele saudável e para o desenvolvimento celular.

Vitamina C: Presente em frutas e verduras, a vitamina C é essencial para o crescimento e para o sistema imunológico (proteção do organismo).

Vitamina D: É sintetizada na pele pela ação solar e necessária ao metabolismo do cálcio.

Fica então a dica final: A melhor forma dos nossos pequenos se alimentarem é fornecendo a eles refeições pequenas, mas frequentes, contendo um cardápio rico em nutrientes fundamentais e energéticos.

Outro ponto importante que não podemos deixar de lembrar é que se o seu filho precisa de um cuidado mais específico quanto à alimentação, procure ajuda e orientação de um profissional de saúde da área. É necessário sempre buscarmos ajuda com quem pode nos ajudar de verdade! Cuidemos com atenção e carinho das nossas crianças, pois elas são tesouros preciosos que Deus nos deu!

Leia mais:
.: Pesquisas revelam o aumento de peso entre as crianças
.: O que é uma alimentação saudável
.: Como anda o seu colesterol?

Referência Bibliográfica:

Cartilha Orientação Alimentar Infantil – UFMG
Portal da Educação

 


Cristiane Zandim

Cristiane Pereira Zandim nasceu em Brasília / DF. É missionária na comunidade Canção Nova desde 2011. Cursou Nutrição na Universidade Universidade Federal Dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM).

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.