confira!

Nutricionista dá dicas de uma boa alimentação para as crianças

Uma alimentação considerada boa para as crianças é aquela que atende por completo a necessidade nutricional durante o crescimento e o desenvolvimento. E quando se fala de alimentação saudável para crianças, encontramos algumas dificuldades relatadas pelas famílias como falta de tempo, baixa aceitação a certos tipos de alimentos, dificuldade em como fazer os preparos e as combinações de alimentos. Lembrando que para conseguir uma  alimentação balanceada para as crianças requer tempo, criatividade e paciência.

É uma alimentação colorida, que tenha todos os grupos alimentares, saborosa, e que tenha os nutrientes essenciais para suprir as necessidades da criança. Vale a pena lembrar que cada fase etária tem uma demanda nutricional diferente.

by Getty Images / zeljkosantrac

Foto Ilustrativa: by Getty Images / zeljkosantrac

Como deve ser uma alimentação para crianças?

Vamos para a parte prática: pais, se a criança rejeitou algum alimento oferecido, tente outras vezes e vá variando o modo de preparo. É preciso, na casa, ter o hábito de comer verduras, legumes e frutas, porque a criança tende a “imitar” os adultos. Então, os bons hábitos começam com os pais.

Rotina é extremamente importante, tentar manter as refeições no mesmo horário, sem distrações como TV, smartphone e outros meios que dispomos, um ambiente tranquilo e de preferência não sozinho.

Colocar a criança como parte do processo da alimentação, quando possível levar ao supermercado para comprar e incentivar quando estiver preparando a comida. Por exemplo: comprar o bife, mostrar ele cru, como tempera com sal e alho, e depois de pronto como fica, porque vai tendo noção de textura, sabor.

Conheça o paladar da criança

Se a criança não come nada, comece oferecendo o que ela gosta e nunca faça trocas: se não comer comida, não vai comer chocolate, porque a criança vai desenvolvendo ainda mais aversão à comida.

As guloseimas não devem ser retiradas desde que a criança não tenha nenhum problema de saúde, oferecer no máximo duas vezes na semana, e aqui entra o papel dos pais, pois o limite vem de vocês.

Leia mais:
.: Quando o assunto é alimentação, nossas escolhas nos definem?
.: Boa alimentação, o segredo para uma vida saudável
.: Alimentação e oração caminham juntas
.: Quais os cuidados na alimentação das crianças?

Evite comprar biscoito recheado, refrigerantes, balas, bolinhos, achocolatados, sucos de caixa, porque, tendo isso em casa e a criança tendo ciência, não vai querer comer as outras coisas.

Uma boa alimentação infantil

Respeitar o ritmo da criança. O que acontece, muitas vezes, são comparações: “Seu irmão comia de tudo, e você é péssimo para comer!” ou “Seu amiguinho come tudo!”. Cada criança tem um ritmo, uma necessidade, então, é preciso aprender e entender esse movimento para não ficar cobrando.

Tratando-se de alimentação para as crianças, é um pouco exigente, mas vale a pena, pois você está garantido que seu filho cresça um adulto saudável sem complicações em sua saúde.


Michele Barros

Michele Barros é membro da Comunidade Canção Nova. Nutricionista, atua no Posto Médico Padre Pio.

comentários