Cuidados

Como identificar a hipertensão em crianças e adolescentes?

A prevalência atual da hipertensão arterial em crianças e adolescentes brasileiros está entre 6 a 8%. Tais valores são atribuídos ao grande aumento da obesidade infantil, estimando-se que 35% das crianças têm sobrepeso e 15 % obesidade.

Atualmente, considera-se obrigatória a medida da pressão arterial a partir de 3 anos de idade ou, antes dessa idade, quando a criança apresentar antecedentes de doenças renais ou fatores de risco familiares.

Como identificar a hipertensão em crianças e adolescentes?

Foto ilustrativa: Ivan-balvan by Getty Images

Como poder ajudar e identificar a hipertensão?

A interpretação dos valores da PA em crianças e adolescentes está relacionada ao peso, à idade e ao sexo. Os valores normais estão à disposição do público em geral por meio de aplicativos do smartphone, como PA Kids. Quanto mais altos os níveis da pressão arterial e quanto mais jovem o paciente for, maior a possibilidade da hipertensão arterial secundária, com maior prevalência das causas renais.

A ingestão de álcool, o uso de drogas (particularmente a cocaína) e a utilização de hormônios esteroides, anabolizantes e anticoncepcionais orais devem ser considerados como possíveis causas de hipertensão arterial. A presença de hipertensão arterial por si só não contraindica a prática de esportes. Muito pelo contrário, essa atividade deve ser estimulada, sob supervisão, como uma das modalidades de terapêutica não-medicamentosa.

Leia mais:
.: Pesquisas revelam o aumento de peso entre as crianças
.: Quais são os sintomas, tratamentos e causas da hipertensão?
.: Uma alimentação saudável previne a hipertensão arterial
.: A importância do controle do peso corporal


Dr. Roque Savioli

Dr. Roque Marcos Savioli
CRMESP 22.338

Formado pela Faculdade de Ciências Médicas de Santos em 1974.

Residência Médica em 1975 e 1976 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, obtendo o título de especialista em Cardiologia, pela Segunda Clínica Médica, Serviço do Prof. Luis Vénere Décourt.

Desde 1977 é integrante do Corpo Clínico do Instituto do Coração do HC-FMUSP , atualmente lotado como Médico Supervisor da Divisão Clínica – Unidade de Cardiogeriatria. Doutor em Medicina pela FMUSP  e integrante da Sociedade Paulista e Brasileira de Cardiologia .

Escritor de vários best sellers no Brasil e no exterior e membro da  Academia Cristã de Letras e do Instituto de Geografia e História do Estado de São Paulo.

Apresentador do prgrama “ Mais Saude “na Rede Cancao Nova de Radio (AM)

comentários