Equilíbrio

A maturidade mora na escuta

Trilhando o caminho de maturidade

Todo ser humano traz em si uma profunda necessidade de autoafirmação. Todos desejam a valorização por parte dos demais, porém, essa necessidade –de ser aceito e afirmar-se diante da vida – precisa trazer em si certa medida de equilíbrio e maturidade, pois, quando não é assim, tendemos a agir puramente aprisionados por nossos instintos.

Humildade como caminho para a maturidade

Todo mundo quer ser acreditado, todos querem ter a razão e a verdade em sua conduta. Por vezes, queremos que nossa maneira de pensar seja acolhida pelos demais, mas precisamos ter a consciência de que nem sempre estamos certos, e que não podemos exigir que nosso modo de pensar seja acolhido por todos como verdade absoluta.

A maturidade mora na escutaFoto: Daniel Mafra/cancaonova.com

As grandes catástrofes da humanidade se deram quando alguém ou um grupo específico fechou-se apenas em um ponto de vista isolado, não se abrindo a outros focos de visão e acreditando serem os únicos donos da verdade.

Leia mais:
:: Murmuração: sinal de imaturidade espiritual
:: Amar com acolhida e maturidade
:: Socialização, os sintomas da maturidade
:: O caminho para a maturidade

Muitos são peritos em defender sua própria verdade, mas ter maturidade é saber ouvir e acolher o ponto de vista dos outros, abrindo-se ao diálogo e reconhecendo que os demais também têm coisas boas a ensinar e a oferecer, e que, por esta razão, merecem ser respeitados.

Saber ouvir com maturidade

Todos têm algo a nos ensinar, o ponto de vista alheio contempla realidades não percebidas por nós. É feliz quem sabe ouvir e acolher o que outro expressa, pois tal atitude faz com que sejamos pessoas mais completas, rompendo assim as barreiras do egoísmo que nos fazem acreditar que somente nós estamos certos.

Ouvir é uma virtude, e por meio do diálogo alcançamos grandes progressos.

A vitória mora na humildade, que sabe abrir mão de suas próprias razões, para que o outro seja um pouco mais, assim o consenso acontece e ambas as partes são capazes de crescer.

Quem sabe perder e ceder nas pequenas coisas conquistará grandes realizações. Compreendamos isso e construiremos significativas conquistas em nossa história.

Padre Adriano Zandoná
Comunidade Canção Nova 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.