Os homossexuais são nossos irmãos

A prática do homossexualismo e do lesbianismo são desordens no plano de Deus.
A tendência de procurar a pessoa do mesmo sexo tem raízes que a própria ciência ainda não compreende bem as causas, além das razões de ordem educacional.

Não há nenhuma comprovação médica de que o homossexualismo seja fruto de uma disfunção glandular.

Há fortes evidências de que ninguém nasce com a tendência ao homossexualismo, mas que este desequilíbrio se desenvolve na criança ou no jovem por problemas familiares (separações, brigas, etc.), obsessão da mãe pelo filho, desinteresse e grosseria do pai, forte insegurança, experiência sexual fracassada ou traumática na adolescência, educação sexual mal conduzida, e muitas outras causas não bem conhecidas.

A experiência tem mostrado que muitos jovens se tornam homossexuais por alimentarem a mente com pornografia homossexual, ou por terem experimentado o homossexualismo uma só vez para ver como é.

Alguns homossexuais chegaram a confessar que começaram por curiosidade e depois não puderam mais parar. Mas não é o fato de a pessoa ter tido uma única experiência sexual com outra do mesmo sexo que a torna homossexual. Muitos jovens que, na infância, passaram por uma experiência assim puderam se tornar pessoas heterossexuais, casadas e levando uma vida normal.

Não podemos manter o menor preconceito contra essas pessoas, nem imaginá-las como uma aberração da natureza. É falta de caridade cristã debochar deles, dar-lhes apelidos pejorativos e degradantes, ou zombar deles.

São seres humanos, filhos de Deus e nossos irmãos.


.: O que fazer para deixar o homossexualismo


Na verdade esses jovens travam uma terrível batalha; a mais solitária que exista talvez. Às vezes são desprezados pelos amigos, pela própria família, e até pelos pais. É como se fossem um cordeiro separado do rebanho, ferido e abandonado, necessitando de ajuda.

A tendência ou a tentação ao homossexualismo não é pecado, mas se torna pecado se houver o consentimento e a prática do ato sexual com pessoas do mesmo sexo.

A condenação da Bíblia e da Igreja à pratica da homossexualidade é expressa, desde o Antigo Testamento:
“Não te deitarás com um homem como se fosse uma mulher: isto é uma abominação” (Levítico 18,22).

São palavras claras, pelas quais Deus classifica a prática do homossexualismo como uma abominação.

.: Trecho do livro: Jovem, levanta-te, Professor Felipe Aquino


Felipe Aquino

Professor Felipe Aquino é viuvo, pai de cinco filhos. Na TV Canção Nova, apresenta o programa “Escola da Fé” e “Pergunte e Responderemos”, na Rádio apresenta o programa “No Coração da Igreja”. Nos finais de semana prega encontros de aprofundamento em todo o Brasil e no exterior. Escreveu 73 livros de formação católica pelas editoras Cléofas, Loyola e Canção Nova. Página do professor: www.cleofas.com.br Twitter: @pfelipeaquino

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.