Relação Humana

Para o relacionamento, a palavra-chave é superação

A superação é a busca do amadurecimento, pautada no conhecimento profundo

Quando se começa um relacionamento, qualquer que seja ele – de esposos ou familiar, de pais e filhos, entre parentes e até entre amigos –, acontece, a meu ver, um processo de entrelaçamento de vida, apresentado na prática em quatro fases distintas: encantamento, sofrimento, decepção e superação.

Para o relacionamento a palavra-chave é superação
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A primeira fase do relacionamento é o encantamento, a fase inicial, quando se conhece a pessoa. No caso do pai ou da mãe, quando eles veem o filho recém-nascido, “babam” de encantamento. Quando um casal começa a namorar, é a mesma reação, tudo leva a olhar com amor, a querer bem; os defeitos ficam totalmente obscurecidos pela paixão, é um encantamento! O mesmo acontece com todos os tipos de relacionamentos humanos.

Fases no relacionamento que necessitam de superação

Com o passar do tempo, as pessoas, principalmente as que vivem juntas, começam a se ferir com as desencontros de opiniões, as discussões, brigas, palavras colocadas inadequadamente, egoísmo. É a fase do sofrimento. Amar nos provoca muito sofrimento, e também nós fazemos sofrer quem mais amamos. É natural que isso aconteça, porque a pessoa traz em si misérias e pecados, que acabam se revelando no processo de comunicação; em meio às virtudes que todos temos, esses pecados sempre acabam provocando sofrimento nas pessoas com quem convivemos.

O relacionamento chega ao ápice da crise quando a pessoa amada se mostra totalmente o oposto do que havíamos sonhado [que ela fosse]. Isso porque nós temos a facilidade de idealizar as pessoas e construir “castelos de areia” sobre o que imaginamos que elas sejam ou possam ser. Na fase da decepção, quando tudo isso cai por terra, por traições físicas ou espirituais, resta um grande vazio no relacionamento, e há a vontade de desistir de tudo por causa da quebra de qualquer expectativa de viver com essa pessoa, que nos decepcionou profundamente; fato este que gera mágoas e ressentimentos enormes e uma verdadeira crise. Todos nós já decepcionamos alguém e fomos decepcionados no processo de vida em comum.

Leia mais:
:: Dicas para a esposa se sentir mais amada
:: O casamento dos meus sonhos
:: Casamento: estou preparado para dar esse passo?

Vejo que a crise (e no casamento acontece muito!) é também importante para o crescimento espiritual do casal, porque só se cresce a partir das crises. A esse crescimento eu chamo de superação, que é a fase madura do relacionamento. A superação é a recuperação da fase do encantamento por meio de atitudes de acolhimento da fraqueza da outra pessoa. Num relacionamento dilacerado pelas fases intermediárias (sofrimento e decepção), a superação é a busca de um novo entendimento, visando uma nova relação humana, pautada no conhecimento profundo, sem máscaras nem fingimentos.

Superação é a “palavra-chave” do relacionamento, pois ninguém se exime de viver a decepção nem o sofrimento provocado pelo outro. O caminho que proponho é buscar o diálogo a cada momento, visando superar tudo isso e reavivar o amor, tendo como premissa o amor de Deus, que é grandioso, que perdoa sempre e supera nossa humanidade ferida pelo pecado, dando-nos, a cada dia, uma nova chance, um começar tudo de novo, com a alma lavada pelo Seu Sangue e totalmente perdoada. Olhando para essa atitude do Senhor, dê passos para viver essa superação em seus relacionamentos humanos.

Deus o abençoe!

Diácono Paulo Lourenço
Comunidade Canção Nova 

Veja também:

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.