Deus não se deixa vencer em generosidade!

Como é bom depender totalmente de Deus. Quero partilhar com você, como a Providência Divina tem se manifestado em minha vida e na da minha família nos últimos meses.

No mês de julho o Conselho da Comunidade Canção Nova definiu que o nosso lugar de missão era os Estados Unidos. Bem, logo que eu soube do resultado do remanejamento, já comecei a separar coisas e roupas para dar. Olhava para a minha casa e para cada objeto, especialmente os que eu tinha um apego afetivo, e dizia: “Será que isto ainda é meu?” E a cada dia, eu fui aplicando os meus ouvidos para ouvir do Senhor o que eu teria que deixar no Brasil. Foi um tempo de despojamento e esvaziamento de mim mesma, em que Ele me deu também a graça do desapego às pessoas que eu amo.

Diante de cada obstáculo que aparecia para atrapalhar a nossa viagem, eu dizia: “Sim, Senhor, eis-me aqui!” Quero fazer somente a Sua Vontade e não a minha.
No início do mês de setembro, ainda não havíamos conseguido o visto americano, encontrei a minha querida irmã, Eliana Sá, no Aeroporto de Guarulhos, ela estava viajando em peregrinação e ia passar também no Santuário de Santa Terezinha em Lisieux na França; então, entreguei a ela um bilhetinho, onde eu pedia para Santa Terezinha nos levar para os EUA no seu dia, 1º de outubro, e que a Ana Maria, minha filha, fizesse a 1ª Comunhão naquele mesmo dia.

Na quinta-feira, antes da viagem, dia 29, enfrentamos mais um obstáculo… Fui à médica para levar os resultados de todos os exames do check-up que havia feito, e para a minha surpresa, um exame acusou a presença de dois nódulos no seio esquerdo. Através da Providência consegui marcar e pegar a autorização do convênio médico para que no dia seguinte, eu fizesse uma biópsia. Foi um exame dolorido, mas os nódulos foram retirados e constatados como benignos. Louvado seja Deus!
Conforme havia pedido à Santa Terezinha, a nossa filha Ana Maria fez a 1ª. Comunhão na missa do dia primeiro, às 12h, na Paróquia do Santíssimo Sacramento em São Paulo e nós saímos do Brasil às 23h30 do mesmo dia.

E Deus continuou agindo… Quando chegamos aqui fomos muito bem acolhidos pelos nossos irmãos de comunidade e pelos amigos da Canção Nova em Dallas. No domingo, já fomos à Missa e na festa dos mexicanos na Paróquia Santa Clara. Era Santa Clara, a patrona da Televisão, direcionando a nossa missão que também será a de trabalhar na Produtora da TV Canção Nova.

No dia seguinte, sem saber qual a Igreja estávamos indo, entrei na Igreja São João Evangelista e disse: “Nossa, meu protetor!” Então, pedi a ele para que as crianças e eu tivéssemos uma adaptação rápida, e ainda, que elas fossem a uma escola onde se sentissem acolhidas e amadas.

Naquele mesmo dia, recebemos a notícia que a Escola “Saint Elizabeth” estava concedendo duas bolsas totalmente gratuitas aos nossos filhos. No dia 10 p.p., eles foram ao 1º dia de aula. Eles estão sendo muito bem acolhidos e sentindo-se amados pela diretora, professoras e colegas de classe nesta primeira semana de aula. Não imaginávamos que Deus iria dar a melhor escola da região.
Deus não se deixa vencer em generosidade! Louvado seja Deus!

Vale a pena entregar a vida nas mãos de Deus! Faça esta experiência.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.