Conhecendo melhor a nossa fé

Um católico, que se preze, precisa conhecer bem a sua fé. Precisa saber no que acredita. Precisa saber no que pode e no que não pode viver. Isso é coerência. Se professamos uma religião, devemos conhecê-la.

Infelizmente vemos por aí, católicos, batizados, que não conhecem a sua fé. São batizados, mas não são evangelizados. São batizados, mas desconhecem a sua fé. Alguns acabam assumindo o Catolicismo como se assume um time de futebol ou uma comida preferida. Apenas para ter assunto. Para conversar nas rodinhas de amigos.

É triste ver pessoas se dizendo ser católicas mas…

… acreditarem na reencarnação;
… serem a favor do aborto;
… serem a favor do sexo livre;
… viverem o sincretismo religioso e tantas outras coisas
.

Nós sempre partilhamos aquilo que nos é precioso, que nos é caro, valioso. Hoje, partilho a descoberta das riquezas contidas no Catecismo da Igreja Católica (CIC), e convido você – nesse tempo de Quaresma – a se dedicar ao conhecimento dessas riquezas que a Igreja tem, e que por causa de tantas coisas, nós não as conhecemos.

Ultimamente, tenho vivido a experiência de reler essa obra [Catecismo]. Tenho me debruçado sobre ele porque cheguei à conclusão de que ainda não conhecia suficientemente bem aquilo que professo. Lê-lo tem me feito entender e viver com mais entusiasmo o que a Igreja ensina. E como tem sido bom mergulhar na beleza da doutrina da santa Igreja. Precisamos abraçar com firmeza nossa fé. A doutrina católica é maravilhosa! E a leitura do catecismo me levou a redescobrir outras preciosidades: Os Santos Padres da Igreja, os santos doutores da Igreja, os documentos papais, entre tantas outras.

Tem sido um tempo precioso para mim. Rico. E quanto mais faço isso, tanto mas tenho desejo de fazê-lo. E sabe de uma coisa: quando descobrimos algo bom, o desejo do nosso coração é fazer com que as pessoas, – que amamos e queremos bem –, compartilhem dessa descoberta.

Embora eu não conheça você pessoalmente, quero compartilhar dessa minha descoberta. A cada vez que eu termino de ler um trecho desse livro, logo me vem à mente a seguinte indagação: Como seria bom se todos os católicos descobrissem essa maravilha! Como seria bom se os meus amigos católicos descobrissem a beleza do Catecismo… Como seria importante para a evangelização no Brasil, se cada pessoa, que serve nas paróquias, independentemente do que faça nelas, conhecesse os ensinamentos da Igreja…

O avanço no conhecimento da lei de Deus vai gerar em você um novo homem, uma nova mulher, conforme diz o Salmo primeiro:

“Feliz aquele que se compraz no serviço do Senhor e medita sua lei dia e noite. Ele é como a árvore plantada na margem das águas correntes: dá fruto na época própria, sua folhagem não murchará jamais. Tudo o que empreende, prospera” (Sl 1, 2-3)

Saia da superficialidade da sua fé. Mergulhe nos ensinamentos da santa Igreja. Seja você adolescente, jovem ou adulto, homem ou mulher… Não importa. Você só ganha fazendo isso!

Talvez você possa dizer (como muitos dizem) que esse tipo de leitura é difícil. De imediato, eu digo a você: Não, não é difícil. É apenas uma questão de prática. Andar de bicicleta era difícil quando você não sabia. Depois que aprendeu, ficou fácil. Comer com o garfo e a faca era difícil, mas depois que você aprendeu, também ficou fácil. É tudo uma questão de iniciar. Então inicie. Logo você verá a diferença.

A Comunidade Canção Nova, no início deste ano, por intermédio do Departamento de Informática, me deu um blog. E me pediu que escolhesse um tema, que tivesse uma identidade. Uma cara. E não poderia falar de outra coisa senão dessa riqueza que estou mergulhando nesses tempos. E isso veio bem a calhar porque percebo nisso um meio de transmitir, aos irmãos que desejem, o fruto dessa descoberta.

O nome do blog é: Dominus Vobiscum. É uma expressão em latim que significa “Deus esteja convosco”. Nele, eu estou colocando – por meio de um arquivo de áudio – as descobertas que tenho feito com a referida leitura. E tenho inserido, com o uso de links, textos interessantes que tenho encontrado sobre o tema tratado, de outros sites sérios que abordam o assunto.

Aguardo sua visita e seu comentário
Dominus Vobiscum: http://blog.cancaonova.com/dominusvobiscum

Deus o abençoe!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.