O nome que está acima de todo nome

Cremos em Jesus Cristo. A palavra Jesus significa em hebraico “Deus salva”. O nome Jesus traduz a pessoa e a missão de Jesus. A pessoa de quem é o Filho de Deus. E a missão de quem veio à terra para salvar seu povo dos pecados. Salvação definitiva e de todos os homens.

Este nome, ao ser invocado, traz a salvação. Pois, “não existe debaixo do céu outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos” (At 4,12).

Nome que está acima de todo nome (Fl 2, 9-10). E é neste nome que os discípulos de Jesus, ontem como hoje, operam milagres. Pois, o Pai concederá tudo o que for pedido em nome de Jesus (Jo 15,16).

Nossas orações são concluídas com a fórmula: por Nosso Senhor Jesus Cristo. Quando rezamos a Ave Maria, por exemplo, dizemos: “bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus”.

A palavra Cristo é a tradução grega do termo hebraico “Messias”, que significa “ungido”.

“Em Israel eram ungidos em nome de Deus as pessoas que lhe eram consagradas para uma mis-são vinda de Deus” (Catecismo da Igreja Católica). Assim, eram ungidos os reis, os sacerdotes e os pro-fetas.

Um anjo anunciou aos pastores o nascimento de Jesus como sendo ele o Messias prometido a Israel. “Hoje, na cidade de Davi, nasceu-vos um Salvador que é o Cristo Senhor” (Lc 2,11).

No começo da Igreja, São Pedro disse que Jesus foi ungido pelo Espírito Santo por Deus com poder (At 10,38), para que fosse manifestado ao seu povo – Israel – como o Messias esperado.

Por suas obras e palavras foi reconhecido como “o Santo de Deus” (Mc 1,24), o “Filho de Davi” messiânico, o prometido por Deus a Israel.

Pedro confessou explicitamente: “Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo” (Mt 16,16).

No entanto, Jesus aceitou com reservas este título de Cristo. Porque era entendido por seu povo de uma maneira essencialmente política. Ao passo que, ele veio não para ser servido, mas para servir. E o sentido de sua realeza só se manifestou no alto da Cruz. E é somente após sua ressurreição que Pedro proclamou claramente: “Que toda a casa de Israel saiba com certeza: Deus o constituiu Senhor e Cristo, este Jesus que vós crucificastes” (At 2,36).

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.