Figura paterna

A importância da presença paterna na vida dos filhos

Os filhos são frutos da união de amor entre um homem e uma mulher

A vida humana nasce do amor de um homem e de uma mulher, que se unem por meio do ato conjugal e participam da criação divina. No ato da fecundação do feto, o homem se torna pai, porque gerou, em conjunto com a mãe, uma nova vida. O pai é quem gera uma vida, faz crescer essa criança, sustenta-a e a mantém; embora, muitas vezes, isso nem se perceba ou as situações do cotidiano e suas fraquezas humanas obscureçam essa condição.


Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A pessoa do pai, por si só, tem uma dignidade própria e indiscutível para seu filho. Por isso, o quarto mandamento da Lei de Deus afirma a necessidade de honrar pai e mãe. Honra-se somente aquilo que se reveste de uma importância inestimável.

Ser pai

A presença de um pai na vida do filho traz para este o equilíbrio necessário para viver bem sua vida. Nós observamos quanto sofrimento existe para aqueles que perderam os pais quando ainda eram crianças, toda a carência afetiva e emocional gerada, até de forma inconsciente, na vida deles. O pai representa para o filho segurança e proteção, e isso acaba perdurando durante toda a vida.

Nesse contexto, podemos nos questionar: “Será que temos dado a devida importância para a presença do nosso pai em nossa vida?”.

Vemos jovens que se acham autossuficientes e, por isso, deixaram de ter tempo para uma conversa com os pais, de procurar ouvir os seus conselhos, de querer fazer alguma coisa juntos. Mas eu tenho visto que esse fato acontece quase sempre, porque muitos filhos perderam um olhar mais profundo para seus pais. Às vezes, vemos uma pessoa a partir do seu exterior, que pode estar recheado de erros, de imperfeições, pecados e vícios. Mas um pai é muito mais que tudo isso, e precisa ser visto como pai. Ele até pode errar, mas não deixa de ser pai.

Leia mais:
.: A figura paterna se faz presente mesmo na distância
.: A importância da presença paterna na vida humana
.: A cura interior gera um ambiente familiar saudável
.: Paternidade: a transformação profunda na identidade masculina

Por outro lado, quando o pai falta, a vida parece que perde o sentido. Eu notei isso em mim, quando meu pai faleceu. E deixo meu testemunho: meu pai foi meu melhor amigo, e embora sua ausência me faça sofrer muito, percebi que pude honrá-lo e respeitá-lo.

Uma dica a você: dê importância para a presença de seu pai na sua vida. Não perca tempo! É hora de você olhar para seu pai, para a essência dele e valorizar sua presença.

Diácono Paulo Lourenço
Membro da Comunidade Canção Nova – Segundo Elo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.