💡acenda!

A fé é luz para os sofrimentos

À luz do dia é possível ver o Senhor? Não. À noite você O vê? Não. Mas crê em Sua presença? Sim, creio.

Essa fé que não ocupa espaço e não pode ser guardada no bolso, mas quer habitar o seu coração e inteligência é a mesma que precisamos lançar mão nas “noites escuras” da alma. E é exatamente essa fé que quer ser tirada de nós; é sobre ela toda a investida do demônio.

-A-fé-é-luz-para-os-sofrimentos

Foto Ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

O demônio quer que você acredite: Deus me abandonou à própria sorte! Que Deus é este que me abandona quando eu mais preciso? Ele não dizia: “Eu Sou a Luz?” (Jo 8,12); e por que me deixa nessa escuridão?

Acenda a sua luz

O Deus, que permite que você passe por isso, é o mesmo que caminha silencioso ao seu lado, para deixar acender em ti a Sua luz. Ele quer que tu sejas luz: “Não basta que sejas meu servo, vou fazer de Ti luz das nações(…)” (Is 49,6).

Se entendermos a dinâmica do amor de Deus, tudo fica mais simples. Pois, o amor permite o sofrimento, logo, o amor não exclui o sofrimento. Nessa dinâmica do amor de Deus, amor e sofrimento são companheiros de missão e não inimigos.

Leia mais:
.: Passemos para outra margem!
.: A santidade é exercício diário
.: Existe sentido para viver o sofrimento? 
.: O que sentimos diante da dor e do sofrimento? 

Se, em Sua suma bondade e inteligência, sabedoria e misericórdia, Deus permite um sofrimento, é porque desse Ele poderá promover a salvação. Dar sentido ao sofrimento seja, talvez, o caminho menos doloroso e mais fecundo desta “via crucis” inevitável de nossas vidas.

Para isso, a importância de saber ser amado e sentir-se amado por Deus. Pois, é isso que manterá, na circunstância que for, a chama da fé acesa. Então, a escuridão mais densa dará lugar à Luz mais clara.

Não deixe a sua luz apagada. Acenda-a!

banner_espiritualidade

 


Carla Picolotto

Carla Picolotto, é natural de São José das Missões-Rio Grande do Sul membro da Canção Nova desde 2009. Passou pelas missões do Rio de Janeiro- RJ, Fortaleza- CE, além de Cachoeira Paulista-SP e Lavrinhas-SP atua hoje na missão de Queluz- SP na Equipe de Formação do Discipulado, que corresponde ao segundo ano do período de Averiguação de ingresso das novas vocações à Canção Nova.

comentários