Plantar a cenoura de cabeça para baixo...

Em muitos momentos de nossa vida nos sentimos abatidos e enfraquecidos, e por muitos momentos nos sentimos incompreendidos; as pessoas não pensam e não vêem como nós, e aí gera-se aquela confusão interior em nós e nos outros…
Uma coisa eu aprendi: nessa hora você tem que fazer como São Francisco e deixar que “a cenoura seja plantada de cabeça para baixo”, ou melhor, perder para poder ganhar mais tarde…

E nessa hora dói – dói muito – pois não estamos acostumados a perder, não fomos educados para perder. Pelo contrário, fomos educados para ganhar e ganhar sempre… Pensamos: “a nossa palavra precisa ser a melhor, precisa estar à frente, não podemos deixar os outros com a razão, ela precisa ser minha, pois eu sou dono dela, etc.”

É importante perceber que em Deus as coisas, os sentidos mudam, tudo é contrário à educação do mundo, pois em Deus ganha aquele que perde, vence aquele que se deixa vencer. Há uma diferença muito grande quando estamos em Deus; e nós, católicos batizados no Espírito, precisamos ser os primeiros a testemunhar essas coisas, para que possamos ser “sal e luz” para esse mundo.

Precisamos aprender com São Francisco de Assis “a plantar a cenoura de cabeça para baixo…” Convido você a fazer essa experiência, para provar de uma grande libertação interior.
Faça a experiência. Vale a pena!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.