Para os que querem ter mais fé

Concretamente, trata-se de reservar o melhor momento do nosso dia para ficarmos a sós com Ele em oração; trata-se de gastarmos, em sua presença, tempo suficiente para que Ele nos refaça e nos comunique toda a graça que reservou para nós naquela hora.

Perguntei, certa vez, a uma pessoa que tinha se convertido o que tinha mudado em seu relacionamento com Deus, e ela me respondeu:
“Antes, eu ia à missa todos os domingos, rezava, fazia novenas, etc., para que Deus me abençoasse e me ajudasse a realizar meus sonhos. Mas eu não tinha vontade, realmente, de estar ali, e não queria assumir nem um compromisso com Deus. Eu queria que Ele atendesse às minhas orações, mas não queria ouvir o que Ele pretendia de mim. Também não sentia que era importante rezar; enfim, eu não estava buscando a Deus, mas sim o que Ele podia fazer por mim. Eu nem sequer conseguia entender como havia pessoas que conseguiam ficar tanto tempo na igreja sendo que eu simplesmente não sentia a menor vontade de permanecer na presença de Deus.
Mas, agora, eu estou decidido a dar ao Senhor todo o tempo que Ele quiser de mim.Tenho desejo de estar com Ele sempre mais, tenho vontade de ouvir a sua voz falando comigo, e o meu coração não quer deixar a oração enquanto não perceber que o Senhor já está satisfeito”.(…)

Se você quiser realmente aumentar a sua fé terá de fazer, antes mesmo de qualquer outra coisa, o que Jesus falou: “Quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta e ora ao teu Pai em segredo, e teu Pai, que vê num lugar oculto, recompensar-te-á” (Mt 6,6).

O Pai espera você, em segredo, longe da correria alucinada que não permite que você escute a voz dele. Há tanta coisa que Ele quer falar para a sua vida! Então, não vá atrás de mais teorias, nem confie em “esquemas prontos e garantidos” de aumento de fé. Apenas fique sós com Jesus. Deixe que Ele ponha o coração d’Ele dentro de você. (…)

Quantas pessoas não desfrutam dessa graça pelo simples fato de não ter coragem de interromper suas atividades e refrear a própria agitação!

Por mais santos e úteis que sejam os nossos trabalhos para Deus, se não forem calçados pela oração se transformam apenas em ativismo fadiga. Daí se perguntam: “Por que os frutos não vêm?”. Os frutos não vêm porque eles são resultado daquelas horas em que o homem se fecha com o Senhor e permanece em silêncio, a sós com Deus.

Se, em seu coração já começa a crescer o desejo de se colocar na presença de Deus, se, antes mesmo de acabar aquele momento de
oração, você já fica ansioso pela próxima vez em que voltará a estar na presença d’Ele, e, se a cada dia cresce em sua alma a certeza de que
não há alegria maior do que estar a sós na presença do Senhor, alegre-se! Pois isso é a manifestação de que o Espírito Santo tem alimentado a sua fé.

.: Trecho do livro: Vencendo aflições, alcançando milagres, Márcio Mendes

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.