Instruídos pelos instintos espirituais

O instinto é uma força forte, não está ligado a comandos da razão; já ouvimos falar sobre instinto de defesa, instinto materno, entre outros. Exemplo disso: quando um cachorro está com fome, ele vai procurar por comida; ninguém precisa lhe dizer que ele está com fome. O instinto de mãe faz com que ela cuide e proteja o filho; ninguém precisa ensiná-la, naturalmente ela cuida, zela, etc. Existe também o instinto sexual.

Os homens possuem instintos assim como os animais, porém, o homem domina os seus instintos, e estes vão sendo dirigidos para o bem. Diferentemente dos animais, o homem pode direcioná-los com a ajuda da razão. Em nós existe essa força, esse impulso e é isso que nos diferencia dos animais, pois o instinto de defesa, sexual, materno, todos têm, até os animais. Temos dentro de nós uma ânsia por Deus, algo que vem do mais profundo de nosso ser. Precisamos dar vazão a isso, que é uma força poderosa dentro de nós, a qual podemos chamar de instinto espiritual. Está na hora de liberar essa força que nos puxa para o céu.

Assim como existem as fases no nosso exterior, como infância, juventude, adolescência, fase adulta, assim também acontece com o nosso interior. Cada garoto, quando passa da infância para a adolescência, é reconhecido pela voz, pela barba e pela musculatura que crescem; e as meninas, ao saírem da infância, passam a se maquiar, passam a ser fãs do espelho, os seios surgem e a menstruação chega. O físico e o interior mudam, passam por crises e transformações.

Eu e você temos um corpo biológico, temos uma alma e temos o instinto, nós não podemos esquecer que somos capazes de Deus, Deus é para você, Deus é para mim. Às vezes, quando chegamos em casa, a primeira coisa que fazemos é ligar a TV, passamos pelos canais, abrimos a geladeira, mas nem nós sabemos o que queremos comer e assistir, ficamos em uma inquietação que não passa. Essa inquietação, que não entendemos, é a sede de Deus.

Hoje, somos convidados a inaugurar um novo tempo em nossa vida interior, o nosso coração não descansará enquanto não fizermos a nossa experiência com Deus, a experiência com o amor de Deus, um Deus que é para você e para mim. Você precisa fazer a sua experiência com o Senhor, você tem de fazer a sua própria, não a da sua mãe, da sua irmã, dos seus vizinhos.

Hoje, somos convidados a abandonar todos os preconceitos. Vamos aprender a nos relacionar com Deus, Ele é uma Pessoa, e é o Homem perfeito. Você é capaz de experimentar Deus! O Deus verdadeiro, o Deus que é para você. Sinta o pulsar do seu coração. Quem lhe deu este coração? Pense na maravilha que é seu corpo. Que sistema perfeito! Você vive! E quem o mantém vivo? É Deus, este coração batendo em seu peito, é Deus.

Você tem a liberdade de escolher para o melhor. Deus o compreende, o acolhe e o ama.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.